10 grupos recebem sétima parcela do auxílio emergencial nesta semana

Nesta semana, 10 grupos diferentes de beneficiários podem receber a sétima parcela do auxílio emergencial, que pode variar de R$ 150 até R$ 375. O teto máximo é destinado somente para as mulheres com filhos de até 17 anos incompletos. No ano de 2020, o mesmo grupo recebia na faixa de R$ 1200 por mês. Os grupos que moram sozinhos podem receber cerca de R$ 150.  Veja, abaixo, se você será beneficiado com os novos pagamentos que começam amanhã (18): 

  • 18 de outubro para os grupos com o final do NIS 1
  • 19 de outubro para os grupos com o final do NIS 2
  • 20 de outubro para os grupos com o final do NIS 3 ou nascidos em janeiro
  • 21 de outubro para os grupos com o final do NIS 4 ou nascidos em fevereiro
  • 22 de outubro para os grupos com o final do NIS 5 ou nascidos em março
  • 23 de outubro para os grupos que nasceram em abril e maio

Essa é a última parcela do auxílio emergencial?

Até o momento, o ministro da Economia mandou indiretas sobre a possibilidade de prorrogação do auxílio emergencial até o ano de 2022. No entanto, nada foi confirmado até o momento e, por enquanto, esse pagamento pode ser o último. O objetivo era começar a pagar, em novembro deste ano, o Bolsa Família com reajustes de 50%. Entretanto, devido a falta de verbas e a dívida externa que chegou a mais de 80% do PIB, o início pode ser prorrogado para o ano de 2022. 

Essa é mais uma das promessas do presidente Bolsonaro que não foram cumpridas. Outra delas foi em relação à mudança do teto de isenção do IR que deveria ir para R$ 5 mil e foi para R$ 2,5 mil. 

Acompanhe o Otrabalhador para se manter atualizado sobre todas as notícias referentes ao novo auxílio emergencial e programas sociais. Publicamos conteúdos diários para te manter atualizado. 

Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui