Hora extra: como funciona? Entenda tudo a respeito

A hora extra quando o funcionário já trabalhou a sua carga máxima e deve continuar dentro da empresa a fim de realizar alguma função. Elas são bastante confundidas com as horas noturnas, que costumam pagar mais aos funcionários por estar fora do horário comercial. 

O adicional para horas extras tradicionais deve ser de 50% acima do valor recebido. Ou seja, supondo que o funcionário receba cerca de R$ 20 a hora. Durante a hora extra deve receber R$ 30 (+ R$ 10 que é equivalente a 50% de R$ 20). Quando se é servidor noturno, o trabalhador pode receber até 100%. Logo, seria o dobro do valor recebido por hora. Então, em vez de receber R$ 30, receberia R$ 40. 

E se a empresa não pagar pelas horas extras? 

É muito comum que as empresas não paguem os funcionários corretamente pelas horas extras. Como alternativa, é possível que o colaborador entre em contato com a Justiça do Trabalho.  Neste processo, deve ter consigo a prova de que estava trabalhando e também a folha de pagamento sem o cálculo da hora extra. Outro ponto que não pode ser esquecido é a carteira de trabalho. 

Hora extra: suposições

Supondo que o trabalhador receba R$ 20 reais a hora durante 10 horas do dia. Receberia R$ 200 ao dia e R$ 4 mil ao mês (levando em conta apenas 20 dias). Dessa forma, se ficasse sempre uma hora extra, ao final do mês iria receber R$ 600 em cima porque totalizam R$ 30 ao dia.

- Continua Depois da Publicidade -

Essa suposição, entretanto, foi arredondada para que o leitor entenda como funciona o cálculo. Jornadas como essas são abusivas e cansativas, as empresas não podem obrigar que o trabalhador faça parte delas. 

Acompanhe OTrabalhador

OTrabalhador tem um aplicativo na Play Store no qual você pode acessar as nossas principais notícias a qualquer momento do dia. Portanto, não esqueça de baixar para ficar por dentro de todos os seus direitos de trabalhador. 

 Leia também: Trabalhadores vão receber dois saques do PIS/Pasep em 2022

 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui