Auxílio Brasil: aposentados e beneficiados com seguro desemprego podem receber?

O Auxílio Brasil deve começar a ser pago pelo governo federal em parceria com o Ministério da Cidadania a partir do dia 17 de novembro deste ano. O valor deve ter um reajuste de 20% sobre o que era pago pelo Bolsa Família, que deve ser extinto. Logo, a média de pagamentos deve sair de R$ 190 para R$ 240 ou menos. Para receber, é necessário que o beneficiário esteja inscrito no Cadastro Único e cumpra alguns requisitos em relação à renda. 

Por ser pago a grupos que estão recebendo menos de meio salário mínimo por pessoa, e tanto a aposentadoria do INSS quanto o seguro desemprego pagam mais que um salário, o cidadão não poderá ser contemplado. 

Além da substituição do Bolsa Família, também haverá do auxílio emergencial que parou de ser pago após a sétima parcela deste mês. 

Devolução do auxílio emergencial também continua durante o Auxilio Brasil

A devolução do auxílio emergencial do governo federal também continua, mesmo com o fim do programa e o início do Auxílio Brasil. O Ministério da Cidadania vem entrando em contato com mais de 600 mil brasileiros que receberam de forma indevida para que façam a devolução integral do valor. 

A não devolução pode ocasionar em processos de estelionato, que ocorre quando o indivíduo oculta dados  para ser beneficiado com algum edital. Por exemplo, quando mente em relação à renda para que receba uma bolsa de estudos, ou quando oculta uma parte da renda para ser beneficiado com um programa social. 

O estelionato pode desencadear até 5 anos de prisão quando realizado contra a escala federal. 

E, além disso, vale salientar que aqueles que receberam de forma indevida podem entrar para a dívida ativa, onde terão que pagar multas e juros sobre cada mês de atraso para devolver o valor.

Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui