Auxílio emergencial começa a ser pago: veja se pode receber

A sexta parcela do auxílio emergencial começou a ser paga para toda a população que conta com o final do NIS 1 nesta sexta-feira (17). No entanto, não são todos os beneficiários que podem receber o valor que varia de R$ 150 até R$ 375: é necessário estar dentro de uma série de regras e requisitos para ser beneficiário. Veja, abaixo, se você tem direito de receber o pagamento: 

  • É necessário que a família conte com um rendimento inferior a R$ 550 por pessoa ou de R$ 3300 por grupo; 
  • Não pode estar com a carteira assinada ou recebendo outro programa do governo federal como seguro desemprego e até mesmo pensão por morte; 
  • Pode ser MEI ou autônomo contanto que esteja dentro das regras que são impostas por pessoas físicas; 
  • Não ter declarado o imposto de renda no ano de 2019 e não ter bens que superem a faixa de R$ 300 mil. 

Quando o auxílio emergencial deixa de ser pago?

O auxílio emergencial do governo federal que está sendo pago pelo Ministério da Cidadania será cancelado a partir do mês de outubro para que, em novembro, o governo comece a pagar o novo Bolsa Família para a população brasileira. Em suma, o novo BF conta com reajustes que chegam a mais de 50% em relação ao valor atual. Ou seja, a média paga para a população vai sair de R$ 192 para cerca de R$ 300 por mês. 

Os críticos da oposição, no entanto, acusam o presidente da República de estar fornecendo o benefício perto das eleições como tentativa de usar a mesma cartilha que o petista e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante os oito anos de seu governo. As taxas de rejeição do atual governo nas zonas periféricas foi para 58% de acordo com o Datafolha publicado no início do ano. 

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui