Auxílio emergencial: Mães solteiras podem receber R$ 1200 a mais

Mães solteiras com filhos menores de 17 anos podem receber até R$ 1200 a mais no auxílio emergencial. Isso ocorre porque o Ministério da Economia informou uma prorrogação do benefício por mais dois meses. O valor deve ser aumentado para R$ 600 mensal, totalizando R$ 1200. 

Para aqueles que moram sozinhos ou em famílias com duas ou mais pessoas, o valor continua sendo de R$ 150 a R$ 250, respectivamente. 

A prorrogação deve acontecer como forma de transição para o Bolsa Família de R$ 250 com valor médio. O aumento deve ser em outubro e o auxílio emergencial deve durar até lá. 

Existem vídeos desde 2011 em que o presidente Bolsonaro aparece criticando o Bolsa Família. Entretanto, agora que perdeu os bons índices de reputação entre as classes mais baixas, voltou a defender a mesma cartilha que o Partido dos Trabalhadores, PT. 

Não teremos PIS por causa do auxílio emergencial

- Continua Depois da Publicidade -

O PIS de 2020, que deveria ser pago em 2021, não será fornecido para a população devido o auxílio emergencial de R$ 250. O governo não tem verbas para continuar fornecendo os dois benefícios. Dessa forma, os trabalhadores devem receber o PIS de 2020 e de 2021 na mesma parcela no ano de 2022. De acordo com o Ministério da Economia, o benefício pode começar a ser fornecido no mês de fevereiro. 

Atualmente, são mais de R$ 9 bilhões mensais investidos no auxílio emergencial e, na prorrogação dos dois meses, o valor tende a ser maior devido às parcelas de R$ 600. 

Apesar do aumento, o valor ainda é pouco para a população. O presidente Bolsonaro disse que era o único aumento que poderia fornecer no momento. Ciro Gomes, em compensação, o acusa de não ter cumprido com as promessas de campanha: o presidente havia prometido deixar todos aqueles que recebem acima de R$ 5 mil isentos do IR, mas também não aconteceu. 

 Acompanhe o OTrabalhador para saber mais. 

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui