Auxílio emergencial para MEI de R$ 1 mil: veja quem pode receber

Neste mês de outubro, o governo de São Paulo anunciou um novo auxílio emergencial para o MEI, microempreendedor individual. O valor é de R$ 1 mil e será pago em duas parcelas de R$ 500 para os grupos que estão passando por vulnerabilidade social, principalmente para pessoas com deficiência, mulheres e negros.

Para receber, é necessário que o indivíduo tenha mais de 18 anos de idade e não esteja recebendo o programa federal que varia de R$ 150 para R$ 375, sendo o teto máximo destinado somente para as mulheres com filhos de até 17 anos completos. 

De forma sintetizada, o programa será pago para mais de 40 milhões de paulistanos que estão cadastrados na modalidade de MEI, microempreendedor individual, e é estimado um investimento na faixa de R$ 100 milhões. É necessário, para solicitar, ter um CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. Vale ressaltar, além disso, que as inscrições terminaram no último dia 24 de outubro, domingo. 

Para aqueles que estão estudando, além disso, é necessário contar com uma frequência de, no mínimo, 75% em todas as aulas. 

MEI sem faturamento tem obrigações fiscais?

Apesar do microempreendedor estar recebendo programas de auxílio emergencial, não se anula a necessidade que ele tem de fazer a declaração anual de faturamento e de emitir o DAS mensal para contribuir corretamente com os impostos. O valor do DAS pode variar de acordo com a categoria da empresa, o comércio paga R$ 1 de ICMS e a categoria de serviços paga R$ 5 de ISS. Além disso, existe o valor fixo de R$ 55 que é destinado somente para o INSS. 

Cumprir com as exigências fiscais é necessário para que o CNPJ não entre para a dívida ativa e tenha adições de multas que chegam a mais de 20% do valor devido para a Receita Federal. Quem estava com pendências teria que resolver as dívidas até o dia 30 do último mês. 

Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui