Auxílio emergencial pode aumentar para R$ 500 até 31 dezembro

O auxílio emergencial pode aumentar para R$ 500 e há chances de que seja fornecido para a população até o mês de dezembro.

De acordo com a Câmara, ainda estão analisando o atual projeto que pode ser alterado caso os casos da Covid-19 não sejam controlados. Atualmente, o Brasil enfrenta cerca de 16,5 milhões de casos e 460 mil mortes da Covid-19.

Os atuais valores do auxílio emergencial são de R$ 150 e até R$ 375 para o teto máximo que deve ser enviado para as mulheres que são responsáveis pelo sustento solo da casa.

Vale ressaltar, entretanto, que é necessário ter mais de 18 anos e receber até três salários mínimos por casa ou então, metade de um salário por cada pessoa.

- Continua Depois da Publicidade -

Quem é MEI também pode receber o auxílio emergencial de acordo com a renda e deve declarar os valores. Hoje (31), é o último dia para os microempreendedores individuais fazerem a declaração anual de faturamento. Para aqueles que atrasarem a declaração, terão que realizar o pagamento de multas que podem chegar a 2% ao mês.

Protestos pelo auxílio emergencial de R$ 600

Neste fim de semana, principalmente no sábado (29), houve protestos em todo o Brasil pela volta do auxílio emergencial de R$ 600 e pela vacinação para toda a população.

Os grupos de esquerda foram para as ruas com o intuito de pedir os aumentos e fazer com que eles sejam até que toda a população seja vacinada.

De acordo com alguns jornais internacionais, Bolsonaro é pior que a cloroquina e o vírus. O The Economist acusa o presidente de ignorar a pandemia e de ir financiar o centrão para que não tenha os pedidos de impeachment assinados que, atualmente já são mais de 100 deles. O jornal argumenta que esse financiamento não deve ser barato e que muito está sendo investido.

- Continua Depois da Publicidade -

A CPI deve continuar com as investigações nesta semana.

 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui