Auxílio emergencial pode ter a quinta parcela, entenda

O auxílio emergencial pode ter a quinta parcela de acordo com as vacinações da Covid-19. O ministro da Economia disse que podem realizar prorrogações se for necessário.

Um dos jornalistas da Globo afirmou que deveriam se reunir na tarde de ontem (08) para discutir sobre o assunto. Entretanto, nenhuma notícia foi liberada sobre. 

Atualmente, cerca de 25% da população recebeu uma dose da vacina. Valor que chegou a um quarto dos habitantes brasileiros, pouco acima de 51 milhões. São mais de 17 milhões de casos.

O presidente Bolsonaro está sendo acusado de investir no auxílio emergencial e no Bolsa Família para aumentar a popularidade para as eleições de 2022. No dia 19 de junho, o Partido dos Trabalhadores deve ir para as ruas protestar pela volta do auxílio emergencial de R$ 600. 

- Continua Depois da Publicidade -

O dólar bateu a faixa de R$ 5,07 na tarde de ontem (09) com a possível liberação dos dados de inflação no Brasil. Ele estava com uma alta de 0,7%. O aumento aconteceu após a possibilidade de liberação da inflação no mês de maio. 

Quanto mais dinheiro há em circulação, maiores são os níveis de inflação. Dessa forma, ainda não se sabe quais são os impactos do benefício, mas analistas argumentam que ele pode aumentar a inflação e fazer com que o preço dos alimentos e produtos volte a subir. 

Com essa insegurança, a moeda norte-americana voltou a subir de forma expressiva. O Valor Globo publicou uma matéria informando que os impactos dessa alta quantidade monetária em circulação podem ter impactos negativos. 

Quanto sai o auxílio emergencial?

 O auxílio emergencial custa, segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, mais de R$ 9 bilhões por mês. Portanto, a prorrogação de mais um mês ou dois pode variar, fazendo com que até R$ 18 bilhões estejam a mais no mercado. 

- Continua Depois da Publicidade -

Como tentativa de controle da situação, a COPOM tentou aumentar a taxa Selic. Dessa forma, os rendimentos em poupança iriam render mais e estimular a população investir. E, dessa forma, haveria maior controle monetário. 

O dólar estava em constante diminuição e teve uma das maiores quedas desde o ano de 2009. No entanto, com a liberação da inflação causada pelo auxílio emergencial, pode acabar espantando os investidores

A terceira leva do benefício deve ser liberada no dia 20 de junho, segundo o jornal OPOVO. Para aqueles que nasceram no mês de dezembro, poderão receber a terceira parcela somente no dia 21 de julho. 

Auxílio emergencial pode ser transição

O presidente Bolsonaro e outros líderes do governo defendem a ideia que o auxílio emergencial dure até setembro, um mês antes da mudança do valor do Bolsa Família em 50%. Dessa forma, iria servir como forma de transição. 

- Continua Depois da Publicidade -

O valor do Bolsa Família deve subir no mês de outubro para a média de R$ 250. 

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui