Bolsa Presença: o que é e como funciona?

Os estudantes que recebem o Bolsa Presença no estado de São Paulo já podem sacar o benefício de R$ 150 que foi depositado no voucher na última sexta-feira (10). O valor é garantido a todos os estudantes da Bahia que se encontram matriculados em redes estaduais de ensino. Aqueles que recebem a renda inferior a R$ 550 por pessoa e de R$ 3300 por família e estão inscritos no Cadastro Único também podem receber o Educa Mais junto às parcelas mensais. 

De acordo com o Jornal Contábeis, mais de R$ 469 milhões foram investidos para pagar as novas levas a cerca de 450 mil famílias. Durante o ano de 2021, continuará sendo pago e as inscrições podem ser realizadas tanto no CRAS – que já conta com mais de 8 mil polos espalhados no país. Mais orientações também podem ser obtidas nas redes de ensino. 

O Bolsa Presença faz parte do Programa Estado Solidário e prevê alguns requisitos para que o estudante tenha direito ao benefício, tais como: participar ativamente das aulas, sejam elas remotas ou presenciais, realizar todas as avaliações e se manter em dia com as notas e atualizar os dados cadastrais da família em relação à renda sempre que for necessário. 

O estudante, além de participar do Mais Estudo e receber os R$ 150 da Presença, ainda pode receber o programa de auxílio Vale Alimentação Estudantil caso esteja dentro de todas as regras impostas pelo estado da Bahia. Felizmente, existe um FAQ que auxilia na retirada de todas as dúvidas em relação aos programas e pode ser acessado através do link http://institucional.educacao.ba.gov.br/bolsapresenca. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui