Bolsa Família: Atualização de dados para não perder o beneficio

Todas as mudanças na estrutura do grupo familiar do Bolsa Família devem ser informadas ao governo justamente porque o valor recebido varia de acordo com essa característica. 

Portanto, sempre que houver: nascimentos, mortes, mudanças de alguém para outro grupo ou casa, mudança de endereço, saída da criança para outra escola, deve-se informar aos órgãos responsáveis. 

Para que seja possível receber o benefício, é necessário cumprir com algumas regras além da informação de alterações, como é o caso da necessidade de ir a um posto de saúde consultar com um médico duas vezes ao ano. Essa regra é obrigatória para as gestantes, mulheres de 14 a 44 anos e também para as crianças de 0 a 7 anos. 

As gestantes estavam tendo o direito de receber a vacina da Covid-19. No entanto, após a morte de uma delas ao tomar a vacina, foi recomendado pelo Ministério da Saúde que suspendesse as vacinações. 

- Continua Depois da Publicidade -

As vacinações no Brasil ocorrem a passos lentos e menos de 8% de toda a população tomou as duas doses. O governo separou, entretanto, uma lista de preferência para alguns grupos como era / foi o caso das gestantes e é o caso de quem sofre com a síndrome de down e autistas que são do grupo de risco. 

Bolsa Família, auxílio, investigações da CPI e as omissões

Há também as investigações da CPI que possuem o intuito de analisar se houveram, ou não, omissões do governo federal durante a pandemia da Covid-19. Na última semana, interrogaram Mandetta, ministro da Saúde durante o começo da pandemia.

Ele afirmou que enviou uma carta para o presidente Bolsonaro ao informar todos os riscos que a pandemia poderia trazer.  Adicionou, ainda, em seu depoimento na CPI, que foi pressionado para que trocasse a bula da cloroquina para que fosse possível realizar o tratamento precoce. 

Teich, que foi para o Ministério da Saúde logo depois de Mandetta, disse que apesar de não ter sido pressionado para mudar a bula, saiu muito cedo visto que não estava tendo autoridade sobre a pasta. 

- Continua Depois da Publicidade -

Pazuello ainda não compareceu para as investigações. Argumenta-se por Randolfe que o mesmo pediu um pedido de habeas corpus para que não precisasse depor. Inicialmente, disse que estava infectado com a Covid-19. 

 Leia mais: Beneficiários do Bolsa Família têm até junho para avaliação de saúde

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui