Como calcular porcentagem de rendimentos na poupança?

No dia 08 de dezembro, o COPOM do Banco Central elevou a taxa Selic para 9,25%. Isso impacta de forma profunda sobre como rende a poupança – que apesar de estar muito abaixo da inflação acumulada a 10,67%, ainda é um dos investimentos preferidos dos brasileiros. Deste modo, a aplicação deve passar a render cerca de 6,2% ao ano  com o equivalente a 0,5% ao mês, mais que nos meses anteriores que estava a 4,4% ao ano. Vale salientar, contudo, que essas porcentagens são médias e podem variar de acordo com cada banco. 

Como calcular os rendimentos? 

Para calcular os rendimentos, basta que você divida o valor por 100 porque se trata de porcentagem e multiplique por 6,2 que é o rendimento anual. Veja, abaixo, um exemplo. 

  • Supondo que esteja aplicando cerca de R$ 10 mil na sua poupança para retirar daqui há um ano. Então, deve dividir esse valor por 100: 10000 / 100 = 100. Como o rendimento está em 6,2% ao ano, multiplique o primeiro resultado por essa porcentagem, que irá totalizar cerca de R$ 620 nos últimos doze meses. 

Como saber se o rendimento da minha poupança está abaixo da inflação?

Para saber qual o valor que perde de poder de compra devido ao aumento da inflação, o cidadão pode: dividir o valor por 100 e multiplicar o resultado pela inflação acumulada nos últimos doze meses, equivalente a 10,67%. Ao usar o mesmo exemplo que o citado acima, teria: 10000 / 100 = 100 –> 100 X 10,67 = 1067. A sua perda de poder aquisitivo foi maior que o retorno dos rendimentos no investimento, por isso, acaba perdendo dinheiro – mesmo que isso não fique tão claro. Para que esteja realmente lucrando com a aplicação, é necessário que o seu rendimento seja superior à sua perda de poder aquisitivo. 

Rendimentos que fogem da inflação

Uma forma de não deixar o dinheiro ser comido pela inflação é optar pelo IPCA + rendimento. Deste modo, o valor é reajustado mensalmente de acordo com a desvalorização do dinheiro e, além disso, há um rendimento que varia de 2% a 6%.

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

1 Comentário

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui