Consertar placa de vídeo: vale a pena mesmo?

Saber se vale a pena pagar para consertar placa de vídeo é um questionamento que muitas pessoas fazem quando ela queima, e nesse artigo será tratado exatamente sobre esse tema.

Um computador é um dispositivo repleto de componentes que trabalham em conjunto, gerando um complexo trabalho final.

Para se navegar na internet, jogar um game ou escrever um texto, são necessários a existência de diversas peças, que contribuem para o resultado com um todo.

Por exemplo, ao se assistir um vídeo no Youtube, são utilizados, apenas como componentes maiores, todo o sistema principal, responsável pelo carregamento das informações.

- Continua Depois da Publicidade -

Bem como também o sistema de áudio, com a geração do som, e também o sistema de vídeo, responsável pela geração das imagens na tela do computador, dentre outros sistemas.

E é desse último sistema, de vídeo, em que está incluso a placa de vídeo. Mas o que realmente é esse componente?

O que é a placa de vídeo?

A placa de vídeo é um dos componentes principais de um computador, e é a responsável por todas as imagens que surgem na tela, conectando assim o monitor e as outras partes do PC.

Sendo assim, de um modo mais geral, ela cumpre funções fundamentais, que podem ser simples ou complexas, dependendo da utilização do PC como um todo.

- Continua Depois da Publicidade -

Isso porque, para usuários padrões, sua funcionalidade primordial é essa, relacionada à imagem, mas no universo gamer, por exemplo, torna-se algo ainda mais crucial.

Nesses casos, ela é usada também, em casos que demandam um processo visual de elevado nível, com a finalidade de rodar softwares e games, e até mesmo auxiliando outros programas.

Dessa forma, a capacidade de uma placa de vídeo é uma das características fundamentais, que permitem averiguar se um computador é capaz de rodar um game e, caso o game rode, sua qualidade de execução.

Além desse aspecto, essa placa é fator determinante para saber se o dispositivo funcionará perfeitamente trabalhando com funções mais elevadas de elementos gráficos.

- Continua Depois da Publicidade -

E é também esse componente, juntamente com a própria tela, para a qual processa as informações, que faz calcular a capacidade e a resolução de cada aparelho.

Motivos que fazem a placa de vídeo queimar

Como visto, a placa de vídeo desempenha papal crucial no uso de um computador, aliás, é responsável por tudo que se vê.

Mas, assim como todo componente eletrônico e quase tudo que existe, está propenso ao desgaste provocado pelo tempo, isto é, uma combinação de fatores que vão se acumulando com o passar dos anos e acabam queimando o componente.

De um modo geral, essa danificação da placa de vídeo pode ser atribuída, em sua grande maioria das vezes, ao superaquecimento da mesma.

Atingir uma temperatura para a qual não está preparada para suportar gera graves danos à placa, criando problemas momentâneos, como o travamento da tela, ou problemas duradouros e permanentes, como o curto da peça.

Obviamente que, em condições normais de uso e de cuidados em relação ao dispositivo, todas suas peças e componentes, inclusive a placa de vídeo, são feitas para durar um bom tempo.

Dessa forma, essa placa pode, com os cuidados necessários, durar até mesmo vários anos, tendo uma vida útil bastante longa.

Isso porque eles são equipados com outros mecanismos que auxiliam no desempenho de modo geral, fornecendo apoio sempre que necessário.

No caso da placa de vídeo, normalmente, elas são equipadas com o próprio sistema de refrigeração, com uso de ventiladores e coolers, como são chamados.

Mesmo quando exercendo apenas sua função, de transmissão de imagens, é comum que, devido ao fluxo da corrente elétrica ou uso prolongado do PC, por exemplo, essa peça, e outras também, se aqueçam.

Mas, sabendo desse fato, comum a essa área, seus desenvolvedores criam também os meios de impedir que tudo atinja uma temperatura que ultrapasse os limites aceitáveis, no caso o cooler (ventilador).E é por isso que elas duram bastante em condições normais.

O grande problema ocorre, principalmente, quando há falhas no sistema de resfriamento, fazendo com que a temperatura suba a uma velocidade constante e causando o superaquecimento da peça.

Essas falhas dos coolers surgem por falhas ou desgaste da própria mecânica da peça, e também, comumente, pela obstrução da passagem de ar, provocado pelo acúmulo de sujeira e poeira. Por isso, é preciso realizar a sua limpeza periódica, para evitar esse acúmulo.

Independentemente do cooler estar sujo ou não, também há a possibilidade da peça superaquecer devido a um uso exagerado, com um estresse fora dos padrões, causando um aquecimento alto.

E caso o equipamento não seja capaz de resfriar normalmente os componentes, isso leva ao dano do mesmo.

Outro fator que pode causar danos à placa são problemas relativos à pasta térmica, que pode já não mais estar operando em perfeitas condições.

A pasta térmica, como é conhecida, é uma produto pastoso feito de componentes químicos altamente condutores de calor.

Essa pasta tem a função de auxiliar no resfriamento da placa de vídeo, uma vez que transfere todo o calor da peça para o cooler, que dissipará o mesmo.

Vale a pena consertar placa de vídeo?

Devido a função indispensável para um computador, quando uma placa de vídeo queima é preciso reparar esse problema, tendo em vista que isso impossibilita o uso do dispositivo.

A sorte é que, caso o problema seja realmente apenas na placa, basta apenas buscar um meio para solucioná-lo, para que o PC volte a ativa.

E é nesse ponto que muitas pessoas se perguntam se é possível consertar a placa de vídeo danificada? mesmo assim é melhor consertar ou comprar uma nova?

Quanto a possibilidade de conserto, a resposta é sim. Assim como boa parte dos componentes do PC, quase sempre é possível reparar os danos, dependendo do grau em que tudo ocorre.

Desse modo, é completamente possível, após detectar o problema, levar o PC para um técnico para que ele possa solucioná-lo. Mas será que realmente vale a pena pagar para arrumar a peça?

Infelizmente, a resposta para esse questionamento é: provavelmente não. Mas isso vai depender da disponibilidade de recursos financeiros para realizar a compra de uma nova, da necessidade de uso, e dos reparos em outras áreas.

E a explicação para, muitas vezes, não valer muito a pena consertar placa de vídeo, é que no mercado, dependendo do valor da peça em si, é possível encontrar uma nova por um preço não muito diferente do valor do conserto.

Isso porque para se consertar uma placa de vídeo, normalmente é cobrado um valor de três dígitos, mas há também peças novas com um valor nesse mesmo número. Então, talvez, seja mais apropriado comprar uma nova.

Por exemplo, é possível que o técnico cobre 400 reais para solucionar o problema, mas essa mesma placa pode custar 600 no mercado, que é um valor próximo e que vale mais a pena, devido ao custo benefício, investir um pouco mais.

E o grande motivo para isso é a garantia, pois com os técnicos está na casa dos meses, já nas lojas, isto é, uma peça nova, possui garantia de qualidade na casa dos anos.

Assim, se pensar em um longo prazo, é mais aconselhável realmente adquirir uma nova placa do que reparar os danos da que estava sendo utilizada.

Contudo, há casos em que a peça custa realmente um valor bem alto, na casa dos quatro dígitos, custando mais de 15 mil reais, e com o valor do conserto relativamente muito inferior, sai bem mais em conta realmente o conserto.

Mas, de todo modo, caso a opção escolhida seja realmente a de consertar a placa de vídeo, é preciso solucionar também os problemas que levaram à danificação.

Isso porque de nada valerá a pena, pois se eles continuarem existindo, rapidamente irão danificar a peça restaurada.

Conclusões? como prevenir a queima?

Por isso, é preciso fazer uma limpeza geral no PC, retirar toda a poeira acumulada, limpar os dutos aéreos, e verificar os coolers do sistema de resfriamento. Além de averiguar exatamente o que causou o problema.

A troca da pasta térmica também é um fator crucial, uma vez que cumpre papel importantíssimo nesse sistema de resfriamento.

Aliás, esse é um procedimento que deve ser feito mesmo quando é colocada uma nova placa de vídeo, que também será facilmente danificada, caso tudo não esteja de acordo.

Deve-se levar em conta ainda, que a limpeza do cooler, bem como a troca da pasta térmica, devem ocorrer periodicamente, funcionando como um modo de prevenção.

E levando em conta que é um procedimento bem mais barato que o reparo ou a troca da placa de vídeo, sai mais em conta prevenir para que ela não seja danificada.

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui