Donos de bares e restaurantes podem sair do Simples Nacional em 2022

De acordo com o portal Contábeis, ao menos 48% dos empresários que trabalham com bares e restaurantes estão devendo para o Simples Nacional e cerca de 83% deles temem a possibilidade de serem excluídos do regime. O SN é uma forma de tributação simplificada através do DAS para as empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano, dentro dele estão os MEIs, EPPs, MEs e EIs. A pesquisa foi realizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) que entrevistou cerca de 1.315 empresários em todo o país. 

Ao dever para o Simples Nacional, a empresa pode entrar para a dívida ativa e ter a aplicação de juros sobre cada mês de atraso. Felizmente, os débitos com a União podem ser parcelados em mais de 100 vezes através do portal GOV. 

Entrar para a dívida ativa pode ocasionar em pendências com o INSS visto que o valor do DAS possui uma porcentagem do salário mínimo inclusa para os programas de previdência social. 

Deixar o CNPJ excluído e retirado do Simples Nacional acaba com a dívida? 

Vale salientar que apenas deixar que o CNPJ, Cadastro Nacional de Pessoa Física, seja cancelado, não faz com que a dívida suma: ela continua ativa e rendendo juros para a União até que seja regularizada. Por isso, não há escapatória para fugir dos tributos do SN. Sem contar que isso traz impactos caso um dia pense em abrir uma nova empresa: justamente por estar com pendências no nome, terá mais dificuldades, assim como sentirá mais dificuldades para solicitar empréstimos e financiamentos. 

Mais de 400 mil empresas estão sendo notificadas para pagar os impostos

De acordo com a Receita Federal, mais de 440,5 mil empresas foram notificadas desde o mês de setembro para que colocassem em dia os impostos em atraso, a regularização pode ser realizada pelo portal do Simples Nacional com um código de acesso. 

Daiane Souza
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui