Haverá realmente a greve dos caminhoneiros neste feriado?

Está em circulação no Whatsapp que os caminhoneiros devem realizar uma paralisação geral nesta terça-feira (07) para defender o voto impresso no ano de 2022.

No entanto, a entidade representativa do setor, a Federação dos Transportadores Autônomos de Minas Gerais (Fetramig) argumentou que nada foi confirmado e que não estão organizando atos. dessa forma, a informação não seria de procedência. 

Um dos áudios mais famosos dura três minutos e meio e pertence a uma mulher que diz que todo o Brasil vai parar por cerca de 72 horas. 

Há boatos de que os caminhoneiros de oposição também irão para as ruas para solicitar a diminuição no preço do diesel e também da gasolina para toda a população brasileira, que já chegou a mais de R$ 7 e mais de 4 estados. 

- Continua Depois da Publicidade -

A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), que atualmente reúne mais de 140 sindicatos de todo o Brasil no setor, também desmentiu os boatos de uma possível greve. Se ela realmente ocorrer, vai ser a segunda no ano de 2021: a primeira começou no dia primeiro de fevereiro e durou menos de uma semana, devido aos conflitos políticos e divisões no setor, não teve muita aderência. 

A maioria das entidades argumentam que o movimento mais forte, caso aconteça, seja no Mato Grosso, estado em que o agronegócio é ainda mais intenso e expressivo no país. Mas, não deve se estender para outras regiões. 

Mais notícias de hoje – 07 de setembro

Os trabalhadores que atuarem neste feriado, sete de setembro, possuem o direito de solicitar a adição de horas extras em até 100% sobre o valor que recebem por hora. Vale ressaltar, contudo, que essas regras funcionam somente para quem atua na categoria de CLT e não para quem é MEI, microempreendedor individual. O MEI não possui o direito de receber férias, décimo terceiro ou contribuição do INSS pela empresa na qual atua. 

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui