Faltei nas eleições de 2020: poderei votar em 2022?

Alguns brasileiros faltaram às eleições no ano de 2020 devido ao medo da pandemia da Covid-19. No ano passado, as votações ocorreram para vereadores e prefeitos e foi determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), através da Resolução nº 23.615/2020, que todos que faltaram não teriam o título de eleitor cancelado. 

No entanto, a resolução não é válida para o ano de 2018. Portanto, todos que faltaram nas eleições para presidente da República e governador, terão que justificar e pagar a multa para regularizar o título de eleitor. 

A não regularização pode impedir que o indivíduo faça concursos públicos e vote para a presidência no ano de 2022, na qual irá concorrer Bolsonaro contra o petista Luiz Inácio Lula da Silva, que foi considerado inocente em seus processos e voltou a ser ficha limpa. 

Para quitar todas as multas, basta acessar a aba https://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-de-eleitor/quitacao-de-multas e depois fazer o login de acordo com a sua conta do GOV, emita a guia de pagamento e pague até o vencimento. 

Perda de popularidade do presidente Bolsonaro nas eleições

De acordo com uma pesquisa que foi publicada pelo Poder 360 no mês de julho, as taxas de rejeição do presidente da República, Jair Bolsonaro, ainda estão em níveis recordes. Cerca de 56% de todos os entrevistados argumentam que a administração vem sendo péssima e ruim. Além disso, o Datafolha argumenta que ao menos 58% dos interrogados em zonas periféricas são contra o atual governo e suas políticas. 

Como uma forma de melhorar esses números, a escala federal decidiu prorrogar o auxílio emergencial de R$ 150 até R$ 375 por mês para desempregados, microempreendedores individuais e autônomos. No ano de 2020, contudo, o valor chegava a R$ 1200. Outro ponto é o novo Bolsa Família que deve entrar em vigor somente no ano de 2022 com reajustes que chegam a mais de 50%, saindo da média de R$ 190 para R$ 300. 

Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui