Inscritos no Cadastro Único podem pagar apenas R$ 49 no botijão de gás

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou, recentemente, uma proposta que previa o valor de R$ 49 para cada botijão de gás comprado por famílias carentes que estavam inscritas no Cadastro Único em condições de pobreza. A determinação será válida durante a crise pandêmica da Covid-19, que já deixou mais de 610 mil mortos e mais de 21 milhões de casos registrados em pouco mais de um ano. 

A deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC) argumenta que esse projeto é positivo visto que o valor do gás apresentou aumentos na faixa de 9% no ano de 2020 devido à inflação acumulada que, até setembro do ano de 2021, estava a 10,2%. 

Outra forma de ajudar as famílias carentes e inscritas no Cadastro Único, é o Vale Gás, que custa na faixa de R$ 100 e vem sendo pago pelo governo do estado de São Paulo em até três parcelas através de um voucher. Logo, o seu valor total pode ser de R$ 300. O projeto se tornou tão popular que entrou em vigor também em escala nacional para os beneficiários do Bolsa Família. 

O gás chegou a mais de R$ 125 em algumas cidades de Santa Catarina. E, em outros estados, o valor é ainda mais preocupante. O mesmo vale para os combustíveis como a gasolina e o diesel que superaram a marca de R$ 7 em ao menos sete estados brasileiros, tendo os valores mais altos no Rio Grande do Sul e no Acre. Em Fernando de Noronha, o valor do litro chegou a R$ 9,66 no início deste mês. 

Inflação faz consumidor perder poder de compra, inclusive no gás

A inflação alta faz com que o consumidor perca poder de compra quando continua com o mesmo salário, inclusive quando se trata do gás que teve reajustes acima de 9% no ano de 2020.

Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui