INSS volta com a obrigatoriedade da prova de vida

O INSS tenta retomar os serviços presenciais em suas agências em todo o Brasil. E dentre os serviços que podem ser retomados é a prova de vida.

Requisito obrigatório para assegurar o pagamento do benefício da aposentadoria, a exigência está suspensa por conta da pandemia da COVID-19.

Funcionamento atual da Prova de Vida INSS

Para evitar aglomerações e expor os idosos, um dos públicos mais vulneráveis diante da pandemia, este serviço está suspenso desde março de 2020.

Historicamente, o serviço é usado para evitar possíveis fraudes na concessão e manutenção do benefício da aposentadoria. Para tal, o beneficiado deve ir até a agência bancária e confirmar suas informações.

- Continua Depois da Publicidade -

Depois do recrudescimento da primeira onda de contaminação, diversas tentativas de data são tentadas para retomada dos serviços, em uma sequência de adiamentos e cancelamentos.

Para 2021, a expectativa é que o serviço volte a funcionar a partir de junho, aguardando como a pandemia vai se comportar em nosso país.

Últimas informações

A última informação pelo INSS é de fevereiro, a partir do calendário lançado para retomada dos serviços de prova de vida.

Neste calendário, o mês de maio estava reservado para a prova de vida de quem nasceu nos meses de março e abril.

- Continua Depois da Publicidade -

De acordo com a Instrução Normativa de 15 de março, houve a suspensão mediante a segunda onda de casos e mortes pela COVID-19.

A suspensão é válida até 31 de maio, e deve ser retomado a partir de 1º de junho a obrigatoriedade da prova de vida.

O que deve provocar a reavaliação neste mês é o andamento da quantidade dos casos e das mortes por coronavírus. Não está descartado a possibilidade de ser suspenso novamente a retomada pelo INSS.

Para os segurados, a recomendação é entrar em contato com o órgão através dos seguintes canais de comunicação:

  • Telefone 135;
  • Aplicativo e Site Meu INSS.
- Continua Depois da Publicidade -

Até o presente momento, os benefícios continuam válidos e não são suspensos por conta da falta da comprovação de vida do segurado.

Fonte: Jornal Contábil

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Vinícius de Paulahttps://otrabalhador.com/
31 anos, casado, pai de pet, devorador de conteúdo, viciado em jornal, revista, internet, TV e tudo o que gera algo pra ser dito. A favor de viver, afinal a vida é uma só. Formado em Jornalismo, mesmo com torcida contra.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui