Jornada de trabalho menor pode auxiliar jovens “nem-nem”

A pandemia aumentou diversas estatísticas, principalmente a de jovens que estão sem trabalho e sem estudo, os chamados “nem-nem”. Atualmente o número de jovens de 15 a 29 anos que se encontram nessa situação aumentou para 29,33%, uma média muito alta registrada no segundo trimestre do ano passado, que agora reduziu levemente e se encontra na faixa dos 25,52%.

De acordo com uma pesquisa feita pelo FGC, o aumento dos “Nem-Nem” se deu devido as altas taxas de desemprego que aconteceram com o decorrer da pandemia. O número passou de 49,37% para 56,34%. Segundo especialistas esses números se elevaram dessa forma devido à falta de incentivo e oportunidade para uma jornada de trabalho ao jovem, que além de melhorar a qualidade de vida, também melhora a qualidade de ensino.

Evasão escolar dos “Nem-Nem”

Com o cenário do crescimento do número de jovens sem emprego, a relação com a evasão escolar foi registrada e mostrou queda. Essa combinação de fatores pode ter sido ao fato de que com menos opções de trabalho, a cobrança nas escolas seja melhor, já que a presença do aluno é garantida e ele presta mais atenção nas aulas. Devido a esse novo interesse, a evasão escolar diminuiu dentro do estudo feito.

De qualquer maneira, a pandemia se tornou uma oportunidade de promover e incentivar mais os estudos e todo o conteúdo educacional através da internet. Segundo os responsáveis pelo estudo o último trimestre foi crucial para ter essa impressão, ao avaliar os percentuais obtidos de quantidade de jovens que se tornaram “nem-nem”:

- Continua Depois da Publicidade -

Leia mais: Novo bolsa família deverá ser menor do que atual auxílio emergencial

  • 66,81% de pessoas sem instrução;
  • 27,39% de chefes de família;
  • 27,41% de população da periferia;
  • 31,29% de mulheres;
  • 29,09% de pretos;
  • 32% de moradores do Nordeste

Para os estudiosos, a população de “nem-nem” representa uma implicação muito maior para quem não possui instrução. Infelizmente ainda existem pessoas nessas condições.

 
Susan Nogarthttps://otrabalhador.com
Susan Nogart, 30 anos. Formada em Ciências Biológicas e Produção de conteúdo para Web, ama animais, ciências e comportamento e é apaixonada por escrever. Trabalha com criação há mais de 10 anos.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui