Menos de 30% dos beneficiários do Bolsa Família passaram por avaliação

Menos de 30% dos beneficiários do Bolsa Família foram para a avaliação de saúde em Palmas, capital. A avaliação é obrigatória e deve acontecer para: crianças de 0 a 7 anos, mulheres de 14 a 44 anos e para gestantes.

As gestantes estavam tendo prioridade no grupo de vacinação do SUS. No entanto, o Ministério da Saúde pediu para que fosse suspensa visto que uma moça que se vacinou e estava grávida morreu, ainda estão investigando para saber quais foram as causas.

Ao todo, são mais de 425 mil mortes e 15 milhões de casos da Covid-19 no Brasil. Menos de 8% da população tomou as duas doses da vacina.

O Senado está realizando as investigações da CPI da Covid-19 com o intuito de encontrar as omissões do governo federal desde 2020. Pazuello foi o único ministro da Saúde que ainda não foi interrogado e que entrou com um pedido de harbeas corpus para que fosse liberado. Randolfe diz que o argumento do ministro é que não pode produzir provas contra si mesmo.

- Continua Depois da Publicidade -

Aziz já entrou em conflitos com interrogados e ameaçou que aqueles que não fossem objetivos ou fossem muito contraditórios iriam ser expulsos da CPI como testemunhas e entrariam novamente para ela como suspeitos.

Para realizar as obrigações, deve-se procurar o posto de saúde mais próximo. Cerca de 28% dos beneficiários já se consultaram.

Benefício do Bolsa Família

O governo Bolsonaro pretende investir de forma massiva nos benefícios de Bolsa Família. Dessa forma, afirmou que até no mês de outubro deve aumentar o valor médio de R$ 192 para cerca de R$ 250.

Haverá a criação de um novo programa social que deve ser mais robusto que o Bolsa Família mas com o valor menor que o atual auxílio. Não foram liberadas muitas informações sobre ele.

- Continua Depois da Publicidade -

Além disso, há um projeto em análise na Câmara com o intuito de aumentar o auxílio emergencial (que atualmente está em R$ 150, R$ 250 e R$ 375) para a faixa de R$ 500. O dinheiro deve ser retirado dos impostos pagos pelas pessoas jurídicas e também vindo de 50% dos lucros do Banco Central.

Leia mais: Bolsa Família: Atualização de dados para não perder o beneficio

 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui