Renda Brasil: como se inscrever no Cadastro Único?

O Renda Brasil começa a ser pago para os inscritos no Cadastro Único a partir do mês de outubro no valor de R$ 400. É estimado que ao menos 20 milhões de brasileiros deixem de receber o auxílio emergencial por não terem inscrição neste sistema, apesar de estarem configurados como extrema condição de pobreza. 

Para receber o novo programa que foi criado pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, é necessário ter a renda máxima familiar de R$ 550 por mês, equivalente a meio salário mínimo, e de R$ 3300 por mês para família (somando todos os salários). 

Como o site do Cadastro Único está bloqueado para as inscrições, os grupos que estão passando por dificuldades e instabilidades econômicas podem optar por ir até um CRAS presente no município. De acordo com o ministro da Cidadania, o bloqueio ocorre para evitar que uma grande demanda de pessoas fiquem em filas de espera, visto que estão analisando processos e pedidos mais antigos. 

Para aqueles que encontrarem alguma dificuldade em entrar em contato com o CRAS da cidade, há a possibilidade de ligar para o telefone 156. 

Renda Brasil e o teto de gastos

De acordo com o Ministério da Economia, o Renda Brasil com o valor de R$ 400 por mês aos beneficiários pode fazer com que o teto de gastos do governo federal seja superado, ocasionando em crime de responsabilidade para Bolsonaro.

Esse programa, de acordo com o Folha e FDR, teria sido criado para a compra de votos e aumento das taxas de aprovação do governo, que estão entre as mais baixas. Dados de uma pesquisa que foi publicada pelo Poder 360 mostram que a taxa de rejeição no segundo semestre de 2021 chegou a cerca de 56%. 

No ano de 2022, ocorrem as eleições para presidente da República, onde Bolsonaro deve competir contra o petista Luiz Inácio Lula da Silva.

Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui