Salário mínimo abaixo da inflação: quais as consequências?

Novamente, o salário mínimo brasileiro estará abaixo da inflação. A atualização dos valores para 2022 foi publicada no dia 15 de julho, quinta-feira, e deve ficar em R$ 1.147,00. Mas, quais são as consequências disso na prática para a economia brasileira?

A primeira é que o brasileiro que recebe algum benefício do INSS ou aposentado, perde o poder de compra. Quando a inflação aumenta, significa que há desvalorização do real e, dessa forma, os preços aumentam. E, dessa forma, é necessário ter mais dinheiro para comprar o mesmo que se poderia comprar antes.

Um exemplo disso é a Venezuela em que os habitantes precisam andar com carrinhos de dinheiro para fazer a compra do mês.

Dessa forma, ao pagar mais para algo, como a compra do mês, e ao mesmo tempo receber menos do que seria o planejado, não se consegue comprar e pagar itens básicos, logo, perde-se o poder de compra.

Outras mudanças do governo Bolsonaro para 2022 (além do salário mínimo)

- Continua Depois da Publicidade -

Outra mudança do governo Bolsonaro para o ano de 2022 foi em relação à declaração do imposto de renda que tinha o teto máximo de isenção para R$ 1900 e foi para R$ 2500. A promessa do presidente era que fosse para R$ 5 mil, mas faltam verbas para essa alteração. É estimado que essa mudança de R$ 600 na isenção irá fazer com que 5 milhões de pessoas não precisem mais declarar. 

Além disso, há também o aumento do Bolsa Família para mais de 50%. Dessa forma, a média do valor pago será de R$ 300 para os grupos familiares, ainda abaixo da linha de pobreza e da inflação que, acumulada, está em 8,56%. O aumento deveria acontecer em outubro de 2021, entretanto, com a prorrogação do auxílio emergencial, pode ser prorrogado ou então, haverá o cancelamento do PIS e Pasep, abono salarial. 

Leia mais: Salário mínimo, imposto de renda e mais: confira atualizações para 2022

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui