Auxílio emergencial: o que fazer se fui vítima de golpe?

Todos que receberam o auxílio emergencial em 2021 tiveram que declarar os valores no imposto de renda. Entretanto, muitas pessoas, ao declarar o IR, tiveram uma surpresa: um boleto com todos os valores para devolver. Contudo, uma grande parte deles argumenta que sequer teve acesso ao benefício e que mesmo assim tiveram que pagar. 

O que aconteceu foi que essas pessoas sofreram golpes e criminosos sacaram os valores de R$ 300, R$ 600 e R$ 1200 no lugar das vítimas. 

Vale ressaltar, felizmente, que a Receita Federal criou uma série de métodos para quem foi vítima de golpes e realmente não sacou o benefício de forma indevida. 

O próprio site responsável por fornecer o auxílio emergencial fornece uma série de dicas do que fazer nestes casos. 

Auxílio emergencial de forma indevida

- Continua Depois da Publicidade -

Se você recebeu o auxílio de forma indevida, não foi vítima de golpe e estava ciente disso, tinha que devolver o valor através do Imposto de Renda ou então, pode estar sujeito a processos de estelionato contra o governo que podem render multas e prisão de até 5 anos de cadeia. 

Somente neste ano, mais de 900 mil declarações de imposto de renda foram encontradas na malha fina. Além disso, a Receita Federal deve entrar em contato com os beneficiários que receberam de forma indevida ou que não sacaram todos os valores. 

O consultor da IOB/ao³, Daniel de Paula, argumenta que mesmo estando realizando fraudes, o contribuinte não deve deixar de informar os dados para a Receita Federal para que possa impedir complicações futuras em seu nome. 

Em todo o Brasil, o número de contribuintes que tiveram que fazer a declaração já foi maior que 3 milhões. Sem contar ainda com aqueles que não se manifestaram até o atual momento. 

- Continua Depois da Publicidade -

Acompanhe OTrabalhador para ficar por dentro de todas as atualizações sobre o auxílio emergencial. Não esqueça de comentar sugestões para os próximos artigos. 

 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui