Valor do novo Bolsa Família pode ser afetado com prorrogação do auxílio emergencial

O governo informou recentemente que estaria fornecendo um novo Bolsa Família para a parcela da população que vive em condições carentes. Neste programa social, haveria o reajuste de 50% do valor, que sairia da média de R$ 190 para quase R$ 280. 

Entretanto, com a prorrogação do auxílio emergencial por mais três meses (que deve durar até outubro), o governo não tem verbas para fornecer as alterações do BF. Mas, quais as consequências disso?

  • O Bolsa Família, que deveria ter o valor aumentado em outubro, pode ter reajustes somente no ano de 2022. 
  • O programa pode ser fornecido somente se o governo cancelar outro benefício social para usar as verbas neste. Há a sugestão de que haja o cancelamento do PIS e PASEP, abono salarial para trabalhadores que recebem até R$ 2200 e injeta mais de R$ 30 bilhões na economia por ano. 
  • Em suma, o PIS e o Pasep estão com os pagamentos atrasados também devido à falta de verbas. O ano base de 2020, que deveria ser pago em 2021, foi prorrogado somente para 2022. O pagamento máximo para cada trabalhador é de um salário mínimo que está custando na faixa de R$ 1100. 

Prorrogação do auxílio emergencial: será que quem recebe Bolsa Família tem direito?

Em suma, todos os beneficiários do Bolsa Família que recebiam um valor mais baixo que o auxílio emergencial, migraram para o benefício. A data de depósito e de saque depende também do valor do NIS do beneficiário.  Para continuar recebendo, deve-se levar em consideração alguns fatores como o tamanho do grupo familiar e também da renda mensal deste grupo. 

Os valores continuam os mesmos, sem sofrerem com reajustes: 

  • R$ 150 para aqueles que moram sozinhos, R$ 250 para quem mora em duas ou mais pessoas e de R$ 375 para as mães de família que são solteiras. 
- Continua Depois da Publicidade -

Nos acompanhe para saber mais sobre programas sociais e direitos do cidadão. 

Avalie Nosso Conteúdo!
Avalie Nosso Conteúdo!
 
Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Nascida em Santa Catarina, atualmente estuda história pela FURB, atuando com a redação política. Trabalha há mais de três anos como redatora profissional experiente em SEO e Copywriter. Apaixonada por literatura, filosofia e escrita.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui