Venda das ações da Petrobras irá financiar Bolsa Família

Recentemente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a abordar sobre a possibilidade de vender algumas ações da Petrobras para que possam financiar o novo aumento do Bolsa Família em 50%, saindo assim da média de R$ 190 para R$ 300 por mês. Em suma, o programa deveria entrar em vigor no mês de novembro mas teve que ser prorrogado devido a falta de verbas e alto da inflação que está a 10,2%. 

O presidente Bolsonaro já vinha abordando há alguns meses sobre a possibilidade de vender a Petrobras ou algumas refinarias que pertencem a ela. 

Devido a essa prorrogação para dar início, é estimado que o auxílio emergencial continue em vigor até o final do ano de 2021 e, dependendo da situação, pode se estender até 2022. Poderão receber somente aqueles que já são beneficiados desde o ano de 2020. 

Novo Bolsa Família e a diminuição de rejeição do presidente – ações da Petrobras

De acordo com uma pesquisa que foi publicada pelo FDR, a reputação negativa do presidente caiu para 58% após o anúncio do aumento do BF. O valor vinha aumentando com a crise sanitária e econômica na qual o país se envolveu. A dívida ativa teria chegado a mais de 80%, custando cerca de R$ 5,4 trilhões. 

A Medida Provisória que previa o BF com aumento de 50% teve que ser prorrogada e o ministério da Economia vem estudando formas de financiar o programa. Além da venda das ações, podem também aumentar os impostos de IOF que são cobrados de instituições bancárias. 

Outra promessa realizada pelo presidente Bolsonaro para o ano de 2022 é em relação à mudança do teto de imposto de renda, que deve sair de R$ 1900 para R$ 2500. Além disso, a Câmara de Deputados também prevê a alteração do limite de faturamento do MEI, microempreendedor individual, que deve sair de R$ 81 mil para cerca de R$ 130 mil. 

Daiane Souzahttps://otrabalhador.com/
Formação em jornalismo pela Uniasselvi e em história pela FURB. Amante, desde o ano de 2017, pela produção de conteúdos, notícias e redação em geral. Atualmente, trabalha como redatora da agência jornalística Visão Confiável (http://visaoconfiavel.com/).

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui