Imposto de renda: principais cuidados para declarar

Quando chega a época de declarar o Imposto de Renda boa parte dos indivíduos se veem às voltas com terríveis dores de cabeça na hora de calcular os valores devidos ao Leão, ou mesmo com o quanto terão direito a título de restituição.

Por isso, segue, abaixo, uma lista com algumas dicas, geralmente dadas por especialistas, de como minimizar os transtornos (bastante comuns) com esse tipo de operação.

1. Atenção à data da entrega

Essa costuma ser a dica nº1 da maioria dos especialistas em finanças. E as razões para isso estão no fato de que, entregando na última hora, além de pagar multas por atraso, você também terá que enfrentar uma terrível “fila virtual” por conta do sobrecarregamento do site da Receita Federal.

2. Seja organizado

Uma outra dica importante para quem precisa declarar o Imposto de Renda é evitar uma operação extremamente bagunçada. E aqui estamos falando de começar, meses antes, a recolher saldos de conta corrente, valores em fundos de investimentos, poupança, comprovantes de renda, despesas médicas, dinheiro gasto com educação, entre outras informações que precisam constar na declaração.

3. Evite deixar tudo para o último momento

Todo ano é a mesma coisa: milhões e milhões de contribuintes deixam para baixar o software de declaração na última hora e esquecem de escolher com antecedência o formulário, cadastrar uma conta para recebimento do crédito, procurar um contador de confiança e que seja bem avaliado, entre outras preocupações que amenizam, e muito, esse tipo de operação.

4. Cuidado com o profissional escolhido!

Se há uma maneira de garantir celeridade e eficiência na hora de declarar o Imposto de Renda é tomar cuidado ao escolher um contador bem avaliado e com um histórico de bons serviços executados. Isso porque ele é o profissional que irá fazer todos os cálculos e preenchimentos com base nas informações que você disponibilizou. E por razões óbvias, um mau profissional será, sem dúvida, sinônimo de um mau trabalho executado.

Leia mais:

Licença de luto: como funciona o benefício?

Imposto de renda: o que acontece se informar o valor errado?

Licença maternidade: como funciona o benefício?