Parcelamento IPVA: em quantas vezes pode ser parcelado?

Parcelamento IPVA: se o dono de um veículo desejar pagar em apenas uma parcela, basta que selecione essa opção no momento de emitir o boleto do IPVA. Caso queira parcelar, escolher o número de parcelas com as quais deseja arcar ao decorrer do ano.

Visto a instabilidade financeira do país, uma ótima dica é parcelar o valor para que o preço que é cobrado venha em valores graduais e mais leves para o contribuinte.

Dessa maneira isso evita o “arrocho” no bolso no fim de um mês.

Outro fato é que alguns estados já permitem a facilidade do pagamento por cartão de crédito.

Para ficar mais fácil de entender, aqui está um exemplo:

João comprou um carro no final de 2020 e teve que pagar o IPVA de seu veículo no início do ano.

Como João precisou arcar com uma série de outras despesas, ao acessar o site da Receita ele teve a opção de pagar à vista e pegar um empréstimo com o banco para quitar as demais dívidas, ou pagar parcelado e conseguir honrar com seus compromissos financeiros.

Para evitar problemas maiores, João optou por parcelar seu débito de IPVA e resguardar sua situação financeira.

Parcelamento IPVA

Situações como essa são bem comuns. Por isso, na hora de ter que optar entre parcelar ou não, é interessante que o dono de veículo reveja seus conceitos negativos sobre parcelamentos de débitos.

Para pagar o IPVA dentro de um aplicativo de banco, basta procurar pela opção “DETRAN”, que provavelmente estará contida dentro da plataforma.

Em seguida, informar o Estado de registro do veículo, cadastrar e selecionar o IPVA para quitar o débito.

É bem simples e rápido. Mas caso seja da vontade do dono do carro, esse pagamento pode ser feito via boleto em qualquer agência bancária, como mencionado anteriormente.

Acompanhe OTrabalhador para saber mais sobre IPVA.

Leia mais: Como pagar o IPVA 2021: confira passo a passo, clique aqui.