Conta PJ do Nubank agora tem área de cobranças para MEI, entenda

Quem é MEI, microempreendedor individual, precisa contar com um banco para pessoa jurídica (CNPJ). Isso é importante para que seja possível separar as finanças pessoais das empresariais e, sendo assim, criar um balanço saudável para a sua marca. E, para resolver a situação, a conta PJ do Nubank vem sendo uma das melhores alternativas para o caso. 

Agora, a plataforma MEI também conta com uma área de cobranças onde o microempreendedor individual também pode fazer o uso da maquininha. Dessa forma, será ainda mais fácil e rápido ter em mãos todos os dados das pessoas que estão devendo para sua empresa e quais são os possíveis dias de pagamento. 

Além disso, a conta PJ também tem toda a estrutura para criar o balanço financeiro da forma correta e analisar os gastos da empresa para saber onde e como economizar. 

Quem possui um MEI no Nubank, também conta com vantagens como acesso facilitado a aumento de limites bancários e até mesmo a solicitação de empréstimos e financiamentos com as menores taxas de juros. Tudo isso para facilitar a vida do empreendedor durante a pandemia, que já deixou mais de 500 mil mortos. 

Outros bancos além do Nubank

Existem outros bancos que facilitam a administração da conta PJ e tudo isso sem a cobrança mensal de tarifas. Um exemplo é o Inter que é totalmente gratuito e permite a emissão de até 100 boletos sem cobranças, transferências ilimitadas gratuitamente e PIX à vontade! Além disso, para aqueles que gostam de investir em renda fixa, a carteira conta com uma enorme carteira de LCI, LCA, CDB e poupança, são alternativas que variam de 90% da CDI até 140% da CDI. 

Tanto o Inter quanto o Nubank estão sendo um dos preferidos de quem possui uma cona jurídica devido à alta quantidade de vantagens.