Quinta parcela do auxílio emergencial foi paga a todos os grupos

A quinta parcela do auxílio emergencial começou a ser paga para a população a partir do dia 18 de agosto e deve terminar nesta terça-feira (31) para os grupos que nasceram em dezembro e são os últimos a receber o depósito. 

O valor do auxílio emergencial varia de R$ 150 a R$ 375, o teto máximo é pago somente para as mulheres com filhos de até 17 anos completos.

Na última semana, quinta-feira (26), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que algumas famílias se sentiram ricas com esses valores e que chegaram a comprar casas e geladeira nova. O mesmo foi alvo de críticas visto que os preços estão altos e esse valor não permite a compra de itens básicos. Logo em seguida, também disse que não havia problema em pagar um pouco mais de luz elétrica ao ser questionado sobre o aumento.

O presidente Bolsonaro já afirmou algumas vezes que os beneficiários não devem ver  o auxílio emergencial como uma forma de aposentadoria e que é necessário trabalhar. Ainda na quinta-feira (25) em relação à live, também se manifestou sobre os aumentos de preços, principalmente da energia elétrica, e disse que bastava apenas apagar a luz.

Sexta parcela do auxílio emergencial: quando começa?

Não se sabe ao certo quando deve começar o pagamento da sexta parcela do auxílio emergencial do governo federal. No entanto, é estimado que o início dos pagamentos ocorram na metade do mês, assim como o quinto pagamento. Os beneficiários poderão receber todas as atualizações através do Whatsapp (somente aqueles que cadastraram o número na plataforma intermediária).

Todas as atualizações sobre o benefício, inclusive em relação à cancelamentos, devem ser realizadas por meio dele. A sexta parcela é a penúltima antes do cancelamento permanente do programa para que, em novembro, haja o pagamento do novo Bolsa Família com reajustes que chegam à mais de 50%.

×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER