SP poderá ter alteração no valor do salário mínimo

O Projeto de Lei 97/2022, de autoria do Governo do Estado de São Paulo,  prevê que haja uma alteração em relação ao salário mínimo perante o governo estadual em que o mesmo teria que ter um reajuste de ao menos 10,03% para acompanhar uma parte da inflação que foi prevista no ano de 2021. A publicação sobre a possibilidade de haver uma nova alteração foi publicada ainda na última semana, no dia 04 de março, através do Diário Oficial da União. O estado de São Paulo não é o único que tem um piso acima do valor de salário, sendo Santa Catarina conhecida por ter alterado o valor salarial na mesma porcentagem que o IPCA do ano passado.

Vale salientar, entretanto, que o projeto ainda não está aprovado e é estimado que ele seja concluído até o final do mês de abril. A proposta está prevendo  que as empresas tenham que pagar o valor de R$ 1284 em vez de R $1210 como estava sendo previsto pelo governo federal desde o mês de janeiro. Os trabalhadores que fazem parte da faixa 2 de trabalho poderão receber um pouco mais, sendo o piso de R$ 1306. 

Atualmente está sendo a Lei 12.640/2007 do estado de São Paulo uma das responsáveis por determinar como há o reajuste do piso salarial de categorias como manicures e pessoas que trabalham com entregas. 

O projeto havia sido enviado para a Alesp do estado de São Paulo e conta com situação de emergência para ser analisada, tendo o prazo, de acordo com Dória, de até 45 dias. 

Salário mínimo acima da inflação melhora economia 

Quando o salário mínimo de determinado estado ou país se mantém estagnado não acompanha o IPCA, é comum que o cidadão perca poder de compra e a economia se mantenha estagnada. O que pode prejudicar o desempenho do PIB.