Oito dicas de como se comportar em uma entrevista de emprego

Depois de um longo processo de candidatura a um emprego, eis que chega finalmente o momento de conversar com seu possível futuro empregador.

Este é, naturalmente, um momento de grande nervosismo: é fácil se deixar levar por esse sentimento e, sem querer, dizer a palavra errada no momento errado, falar demais, ou não falar o suficiente.

Há quem enfrente este momento com despreocupação, agindo de forma tão informal que pode passar a percepção errada. Por isso, é importante estar preparado para todos os cenários que possam surgir neste que é um momento decisivo para a sua carreira.

Seguem algumas dicas que podem ajudar neste processo, que geralmente começa com o envio de um currículo.

Jamais chegar atrasado ou faltar sem justificação

Chegar atrasado ou faltar ao primeiro contato com a empresa dá ao candidato uma imagem pouco profissional e mostra desinteresse e falta de compromisso. Para evitar estas situações, o candidato deve sempre tentar confirmar a sua presença com antecedência e chegar uns minutos mais cedo ao local, assegurando que tudo corra como esperado.

Ir para a entrevista devidamente preparado

Estar despreparado é um erro muito recorrente nas entrevistas de emprego e começa logo no primeiro contato com a empresa.

É frequente as pessoas se candidatarem a várias ofertas de emprego em simultâneo e, quando são abordadas para uma entrevista, não se recordam da candidatura ou não revelam estar bem informados sobre a empresa ou função durante a entrevista.

Para evitar este tipo de situações, recomenda-se que registre as ofertas para as quais se candidata e que faça uma boa pesquisa sobre a empresa, lembrando que hoje em dia a informação está à distância de um clique.

Nunca levar um acompanhante para a entrevista

Uma entrevista de emprego é um momento pessoal, no qual tem a oportunidade de estabelecer diálogo com o empregador e perceber se a oferta disponibilizada pela empresa se adequa às suas exigências — e vice-versa.

Não é aconselhado levar um acompanhante para este momento tão particular mas, caso aconteça, o acompanhante não deverá intervir na conversa no lugar do candidato.

Prestar atenção aos trajes

É certo que atualmente as empresas caminham para ambientes e culturas de trabalho mais informais. Apesar desta abertura, há sempre mínimos que devem ser respeitados. Nunca comparecer para uma entrevista de chinelos ou de bermudas.

O ideal é ir com um vestuário mais casual, que até pode incluir um jeans, por exemplo, o conselho é os candidatos a fazerem uma breve pesquisa pela empresa nas redes sociais e perceber como as pessoas se vestem quando estão no local.

Utilizar linguagem informal

É importante adequar a linguagem ao contexto e, por isso mesmo, deve-se evitar utilizar linguagem informal no momento da entrevista. Evite dizer muitas gírias nas suas respostas.

Não falar da chefia anterior

Se está à procura de um novo emprego, é natural que o empregador queira saber detalhes sobre a sua experiência anterior. Nestas situações, há muitos candidatos que adjetivam as chefias e as empresas por onde passaram. Os candidatos nunca devem falar mal das chefias anteriores.

Mostrar interesse pela empresa

Os recrutadores valorizam muito um candidato que pergunta e apresenta questões sobre a empresa e sobre a vaga, uma vez que esta é uma atitude que revela interesse e empenho.

Admitir que não sabe alguma questão

Esta é uma dica para os candidatos veteranos que, por vezes, têm alguma dificuldade em admitir que não sabem responder a uma questão. Hoje em dia, no mundo das organizações, se calhar são mais as situações em que não sabemos responder do que aquelas a que efetivamente sabemos responder porque o mundo mudou.

É importante estar disponível para aprender

×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER