Veja quem ainda tem direito ao saque de R$ 1 mil do FGTS

O Governo Federal liberou o saque extraordinário do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para mais de 42 milhões de trabalhadores. O saque será possível de acordo com o saldo disponível nas contas do fundo.

O trabalhador não é obrigado a realizar o saque de até R$ 1 mil. Isso porque o saque extraordinário é opcional. Para quem não quiser resgatar a quantia poderá informar a Caixa Econômica Federal por meio de seus canais de atendimento.

O saque extraordinário do FGTS, liberado pelo governo federal, pode ser feito por todos os trabalhadores com saldo em contas ativas e inativas do FGTS.

A Caixa liberou um calendário que transferiu os recursos para uma poupança digital criada para os trabalhadores, no aplicativo Caixa Tem.

As liberações já foram encerradas, no entanto, o saque extraordinário do FGTS continuou disponível nas contas dos trabalhadores que ainda não fizeram o saque.

O dinheiro pode ser acessado e movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Porém, o trabalhador que não movimentar ou retirar os valores até 15 de dezembro de 2022, o dinheiro será devolvido às contas vinculadas do FGTS.

Como fazer o saque extraordinário do FGTS?

O saque extraordinário é liberado de forma automática em uma conta criada pela Caixa em nome do trabalhador.

Para que a pessoa tenha acesso ao dinheiro, será preciso entrar no aplicativo Caixa Tem. Em seguida, faça um login no aplicativo. De acordo com a Caixa, será possível usar o valor do saque extraordinário do FGTS para compras, transferências, saques, entre outros.

Nos casos em que o valor não é creditado de forma automática, o trabalhador precisa fazer a solicitação do saque extraordinário do FGTS através do aplicativo do FGTS.

Como consultar?

Se você deseja saber o seu saldo do FGTS, basta acessar o aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS). Você poderá baixar o aplicativo de forma gratuita.

O dinheiro do saque extraordinário poderá ser visualizado pelo trabalhador por meio do aplicativo Caixa Tem.

Pelo site:

  • Acesse o site da Caixa Econômica;
  • Na página inicial, vá em “Saque Extraordinário do FGTS” e clique em “Consulte aqui”;
  • Informe o seu CPF ou o número do PIS;
  • Clique em “Não sou um robô” e vá em “Continuar”;
  • Caso o sistema solicite a identificação de imagens, identifique-as e vá em “Verificar”;
  • Insira a sua senha e clique em “Continuar”;
  • Feito isto, o sistema informará se você terá direito ao saque do FGTS e como ocorrerá o procedimento.

Pelo aplicativo:

  • Baixe ou atualize o aplicativo do FGTS caso já tenha;
  • Abra o app e clique em “Entrar no aplicativo” e clique em “Continuar”;
  • Informe seu CPF, vá em “Não sou um robô” e, depois, em “Próximo”;
  • É possível que o sistema solicite a identificação de imagens, selecione-as e vá em “Verificar”;
  • Na sequência, informe a senha e clique em “Entrar”;
  • Aparecerá uma mensagem com informações sobre o saque extraordinário do FGTS, clique em “Entendi”;
  • Na tela inicial, vá em “Saque Extraordinário”;
  • Em seguida, aparecerá quanto estará disponível para o saque;
  • Clique em “Ver contas FGTS liberadas”, caso queira saber de quais contas o dinheiro será debitado;
  • Para liberar o dinheiro, basta voltar à tela anterior e tocar em “Solicitar saque”;
  • Para finalizar, clique em “Confirmar”.
  • Lembrando que o saque só poderá ser feito até o dia 15 de dezembro deste ano.
×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER