Quais os motivos de cair na malha fina do IR?

Você enviou a sua declaração de imposto de renda logo nos primeiros dias e ainda não recebeu a sua restituição? A Receita Federal já liberou os pagamentos do 3° lote e seu nome ainda não consta? Isso pode ter alguns motivos para estar ocorrendo.

Saiba que para ter direito de receber a restituição do Imposto de Renda é necessário que o contribuinte preencha os dados bancários antes da transmissão da declaração para a Receita Federal, de maneira que, quando chegar a hora, o dinheiro dessa restituição será automaticamente enviado para a conta.

Caso constem dados errados na informação da conta corrente, o contribuinte tem até um ano para ir atrás desse dinheiro antes de ele voltar para a Receita Federal.

Afinal, o que é a malha fina?

Qualquer declaração do Imposto de Renda de qualquer contribuinte que é enviada para a Receita Federal passa por uma análise de dados onde são checados e comparadas as informações enviadas por você com a informação enviada por terceiros e também pelas bases de dados do governo.

Dessa maneira, quando o sistema encontra alguma divergência nas informações prestadas, a sua declaração será separada para que passe por uma análise mais profunda, o que é chamado de Malha Fiscal, ou popularmente conhecida como malha fina.

Assim, um erro que pode ter feito com que o contribuinte caia na malha fina pode ser os mais diversos, como o preenchimento incorreto, incompatível ou ainda em casos mais graves por suspeitas de fraude.

É importante esclarecer que cair na malha fina por si só não significa um problema, muitas vezes quer dizer que existem divergências de informação na sua declaração.

Nesse sentido, o contribuinte que cai na malha fina precisará corrigir as informações que foram encontradas com erros através do cruzamento de dados da Receita Federal, para que possa ser validada e ser devidamente entregue.

Contudo, caso o contribuinte não faça nada após cair na malha fina e ser notificado, o mesmo poderá sofrer penalidades, como, por exemplo, uma multa de 75% em cima do valor do imposto, além de ter o nome incluído no Cadin, que é o cadastro de pessoas que possuem dívidas com órgãos federais.

Como consultar se estou na malha fina?

O processo de consulta da declaração do Imposto de Renda é super simples e pode ser feita da seguinte forma:

  • Acesse ao Portal e-CAC da Receita Federal;
  • Clique na opção entrar com gov.br (para entrar com sua conta);
  • Na tela inicial clique em “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)” no Menu ao lado esquerdo;
  • Na Aba serviços, clique sobre a opção “Pendências de Malha”;
  • Pronto, ao clicar na opção você verá se sua declaração está em malha e verificar o motivo de ter sido retida.
×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER