Lula cancelou o Auxílio-gás de julho? Veja o que é verdade

Auxílio-gás é um dos programas de transferência de renda mais conhecidos do país, mas não será pago neste mês de julho

Um dos maiores programas de transferência de renda do país, o Auxílio-gás nacional atende pouco mais de 5 milhões de pessoas atualmente. Diante de tamanho alcance, é natural que o projeto seja alvo de várias fake news com certa frequência.

A mais nova destas fake news está circulando com mais força nos últimos dias. Uma postagem feita nas redes sociais indica que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria decretado o cancelamento do Auxílio-gás nacional em julho.

Auxílio-gás nacional de julho

De fato, não haverão pagamentos do Auxílio-gás nacional neste mês de julho. Quem confirma isso é o próprio Ministério do Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome. Esta é a pasta responsável pela liberação do saldo do programa.

O não pagamento do Auxílio-gás nacional em julho, no entanto, não tem relação com um suposto cancelamento indicado pelo presidente Lula. Trata-se apenas de uma pausa nos repasses já prevista na lei que cria o programa social.

Destaques sobre *** por e-mail

Auxílio-gás é programa bimestral

Ao contrário do Bolsa Família, que realiza liberações todos os meses, o Auxílio-gás nacional é um programa de caráter bimestral, ou seja, as suas liberações ocorrem sempre a cada dois meses. Como a última liberação aconteceu em junho, a próxima deve ocorrer apenas em agosto.

É importante lembrar que o caráter bimestral do Auxílio-gás nacional foi aprovado pelo congresso nacional. A ideia de liberar o saldo desta forma foi sancionada ainda pelo então ex-presidente Jair Bolsonaro em dezembro de 2021.

O atual presidente Lula decidiu manter o sistema aprovado por Bolsonaro. Goste-se ou não do processo de pagamento bimestral, o fato é que ele foi aprovado por políticos das mais variadas vertentes.

Bolsa Família

Para este mês de julho, o governo federal deverá manter apenas os pagamentos do Bolsa Família. O maior programa de transferência de renda do país deverá atender pouco mais de 20 milhões de pessoas a partir do próximo dia 18 de julho.

Para saber o dia exato da sua liberação, é necessário que o usuário se baseie no final do seu Número de Identificação Social (NIS). Abaixo, você pode conferir esta indicação:

  • Usuários com o NIS final 1: Recebem na quinta-feira (18);
  • Usuários com o NIS final 2: Recebem na sexta-feira (19);
  • Usuários com o NIS final 3: Recebem na segunda-feira (22);
  • Usuários com o NIS final 4: Recebem na terça-feira (23);
  • Usuários com o NIS final 5: Recebem na quarta-feira (24);
  • Usuários com o NIS final 6: Recebem na quinta-feira (25);
  • Usuários com o NIS final 7: Recebem na sexta-feira (26);
  • Usuários com o NIS final 8: Recebem na segunda-feira (29);
  • Usuários com o NIS final 9: Recebem na terça-feira (30);
  • Usuários com o NIS final 0: Recebem na quarta-feira (31).
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Android e iOS - Grátis