Lula avalia aprovar isenção do Imposto de Renda ainda em 2022

Mesmo antes de assumir o poder, Lula avalia a possibilidade de aprovar no Congresso Nacional uma correção da tabela do Imposto de Renda
- Anúncios -

O ex-presidente Lula (PT) ainda não chegou ao poder oficialmente, mas ele poderá cumprir uma das suas promessas de campanha antes mesmo de subir a rampa do Palácio do Planalto. De acordo com informações de bastidores, há negociações internas para a aprovação do aumento da faixa de isenção do Imposto de Renda em 2023.

“Estamos analisando todos os projetos que sejam de interesse do governo”, afirmou à CNN o líder do PT Reginaldo Lopes (PT/MG). Ele estava se referindo justamente a um dos projetos que indicam um aumento da isenção do Imposto de Renda e que está em tramitação no Congresso Nacional.

- Anúncios -

Mais cedo, ainda nesta quinta-feira (3), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) participou de uma reunião com líderes partidários. Entre outros pontos, ele disse que poderá pautar o projeto que aumenta a faixa de isenção do imposto de renda.

Contudo, ele teria frisado que só faria tal movimento se o presidente eleito Lula concordasse.

Atualmente, a faixa de isenção do imposto de renda é de R$ 1,9 mil. A última atualização da tabela aconteceu ainda em 2015, sob o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Durante a campanha das eleições deste ano, Lula vinha prometendo bancar a isenção para todos os trabalhadores que recebem até R$ 5 mil.

Destaques sobre *** por e-mail

Em 2018, Bolsonaro fez a mesma promessa quando era candidato ao cargo de presidente. Eleito, ele não conseguiu cumprir a proposta. Nas eleições deste ano, ele chegou a dizer durante a campanha que poderia aumentar a isenção para os trabalhadores que ganham até R$ 6 mil. De todo modo, ele acabou sendo derrotado no pleito presidencial deste ano.

Impacto

Seja como for, a informação da promessa de Bolsonaro é importante em vários sentidos. Como ele também fez basicamente a mesma proposta de Lula, a tendência natural é que mesmo os parlamentares aliados não deixem de votar pela medida.

Ao mesmo passo, a medida também deixaria Bolsonaro de mãos atadas para criticar a proposta. Afinal de contas, ele também prometeu o aumento da isenção.

Projeto de Imposto de Renda

Como dito, já existe um projeto sobre a correção da tabela do Imposto de Renda em tramitação. Esta proposta é de autoria do deputado federal Danilo Forte (União Brasil-CE). Em entrevista, ele disse que o seu texto é um pouco diferente daquele que foi prometido pelos candidatos.

Mas ele garantiu que poderá fazer as alterações necessárias. “A minha proposta é baseada na quantidade de salários mínimos, mas pode se adequar à pauta do novo governo para que ainda neste ano saia a correção da tabela do imposto de renda”, disse à CNN.

“Na reunião de líderes, houve a sinalização do presidente da Câmara de que, se houver concordância com o governo eleito, a Câmara está preparada e disposta a pautar o tema na Casa”, completou Forte.

- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis