Idosos podem garantir R$ 1,4 mil e mais dois bônus extras. Veja como!

O governo federal está direcionando sua atenção para os idosos em busca de melhor qualidade de vida

A população idosa do Brasil enfrenta diversos desafios, desde questões financeiras até limitações de acesso a serviços essenciais.

Para minimizar esses problemas e garantir uma vida mais digna para os idosos, o governo federal oferece benefícios fundamentais, como o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Tarifa Social de Energia Elétrica e a Carteira do Idoso.

Estes benefícios desempenham um papel crucial ao proporcionar suporte financeiro e social significativo. Acompanhe!

Benefício de Prestação Continuada (BPC) para idosos

O Benefício de Prestação Continuada (BPC)é um auxílio financeiro vital para muitos idosos brasileiros. Criado pela Lei Orgânica da Assistência Social em 1993, o BPC garante o pagamento de um salário mínimo mensal para idosos com 65 anos ou mais e pessoas com deficiência que não possuem meios de prover seu sustento.

Destaques sobre *** por e-mail

Para ter direito ao BPC, a renda per capita do grupo familiar deve ser inferior a um quarto do salário mínimo vigente. Todos os membros da família devem estar inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e com os dados atualizados.

Além disso, é necessário apresentar documentos de identificação, comprovantes de renda e, no caso de deficiência, laudos médicos.

O processo de solicitação do BPC começa com a reunião da documentação necessária e a inscrição no Cadastro Único.Seu valor corresponde a um salário mínimo, ou seja, R$ 1,412 em 2024.

O procedimento de solicitação deve ser formalizado junto ao INSS, com agendamento realizado por telefone, site ou aplicativo Meu INSS. No dia designado, o solicitante deve comparecer à agência do INSS, munido de toda a documentação requerida.

Após a entrega dos documentos, o INSS procederá à análise do pedido, podendo solicitar avaliações sociais e médicas, conforme necessário. O andamento do processo pode ser acompanhado pelo site ou aplicativo Meu INSS.

Tarifa Social de Energia Elétrica

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um benefício essencial que proporciona um desconto significativo na conta de luz para famílias de baixa renda cadastradas no Cadastro Único ou que tenham entre seus membros alguém que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Esse desconto varia de 10% a 65%, dependendo do consumo mensal de energia da família.

A tabela de descontos é clara: para um consumo de até 30 kWh, o desconto é de 65%; de 31 kWh a 100 kWh, o desconto é de 40%; e de 101 kWh a 220 kWh, o desconto é de 10%. Acima de 220 kWh, não há desconto.

Os beneficiários do BPC são automaticamente incluídos na Tarifa Social de Energia Elétrica. O Ministério da Cidadania envia mensalmente às distribuidoras de energia a base de dados daqueles que recebem o BPC para que seja feito o cruzamento de informações.

Portanto, os beneficiários do BPC não precisam realizar um cadastro adicional nas distribuidoras de energia para obter o desconto na conta de luz.

Carteira do Idoso

A Carteira do Idoso é um documento que facilita o acesso ao transporte interestadual gratuito ou com desconto para pessoas idosas com renda individual igual ou inferior a dois salários mínimos.

Este benefício garante duas vagas gratuitas por veículo ou, no mínimo, 50% de desconto no valor das passagens.

Para obter a Carteira do Idoso, o interessado deve estar inscrito no Cadastro Único e ter os dados atualizados. A carteira contém informações de identificação da pessoa idosa e um QR Code ou código alfanumérico para verificação de sua validade.

Mesmo quem consegue comprovar renda não necessita da carteira para ter acesso às passagens interestaduais gratuitas ou com desconto, bastando apresentar comprovante de renda e documento de identidade. No entanto, a carteira facilita o acesso a esse direito.

A emissão da Carteira do Idoso pode ocorrer nos municípios e no Distrito Federal. Ela é válida para idosos que atendam aos critérios de renda, independentemente de terem outros meios de comprovação de renda.

Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Android e iOS - Grátis