Como MEI pode aumentar a contribuição para o INSS?

- Anúncios -

Você sabe como o MEI, microempreendedor individual, pode aumentar a contribuição do INSS e para os direitos de pessoa jurídica? O valor do DAS pago todos os meses conta com a contribuição de apenas um salário, que atualmente está em R$ 1100. 

Muitos microempreendedores não sabem como aumentar o valor da contribuição. No entanto, é bastante simples e prático: basta que você faça o cadastro em um sistema do INSS para pagar de forma avulsa. 

- Anúncios -

Ou seja, quando você se aposentar, terá a soma de todas as contribuições mensais. Supondo que você tenha o pagamento do DAS no valor de R$ 55 para R$ 1100 e mais dois salários mínimos no pagamento avulso mensal: quando se aposentar, poderá retirar cerca de R$ 3300 por mês. 

O mesmo serve para quem é MEI e contribui tanto como CLT quanto pessoa jurídica. Por exemplo, se o MEI contribui com um salário mínimo para o DAS e como CLT contribui com três salários, poderá receber na faixa de R$ 4400. O teto máximo para que um cidadão possa receber por mês de aposentadoria é na faixa de R$ 6450. 

Lembretes para o MEI

Destaques sobre *** por e-mail

O microempreendedor individual tem até o dia 30 de setembro para regularizar todas as suas dívidas pendentes em relação ao pagamento mensal do DAS, caso contrário, pode perder o CNPJ e ter o valor transferido para a dívida ativa. 

Ao entrar para a dívida ativa, há a adição de 20% sobre o valor que seria destinado ao INSS e mais uma porcentagem sobre os impostos, o que deve ser definido pelo estado e município que vive o cidadão. Outro ponto que devemos ressaltar é que a não regularização desencadeia na exclusão do Simples Nacional e, assim sendo, no maior dificuldade de abrir uma nova empresa no futuro. 

Acompanhe OTrabalhador para saber mais sobre abertura e administração de empresas. 

- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis