Febraban: renegociar dívidas termina dia 30. Veja como participar do mutirão

A iniciativa permite que o devedor tenha a oportunidade de conhecer e quitar seus débitos em atraso
- Anúncios -

Se está com dívidas atrasadas com instituições bancárias, saiba que tem até a próxima quarta-feira, dia 30 para renegociar. A Febraban realiza mutirão para negociar suas dívidas com mais 160 bancos e financeiras. O prazo está se esgotando para fechar negócio com melhores propostas.

O mutirão é promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e bancos associados, em parceria com o Banco Central, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e Procons de todo o país.  

- Anúncios -

A iniciativa permite que o devedor tenha a oportunidade de conhecer e quitar seus débitos em atraso, e tenha acesso a conteúdo exclusivo sobre educação financeira.

Quais dívidas podem ser negociadas?

O consumidor poderá negociar dívidas no cartão de crédito, cheque especial, crédito consignado e demais modalidades de crédito.  Não serão aceitas negociações de contratos que tenham bens dados em garantia (veículos, motocicletas e imóveis) ou que estejam com as parcelas em dia. Aqui, vale uma importante recomendação:

Destaques sobre *** por e-mail

Quando o consumidor deixa de pagar as parcelas do financiamento com bens em garantia (carro, motocicleta ou imóvel, por exemplo), pode perder o bem. Priorize a regularização dessas dívidas entrando em contato diretamente com seu banco ou financeira.

Como participar?

Para saber todas as informações, o consumidor deve acessar a plataforma Registrato, mantida pelo Banco Central. Ali, poderá puxar o relatório dos empréstimos e financiamentos em seu nome, suas contas bancárias, investimentos e chaves Pix, além de outras informações de seu relacionamento com instituições financeiras.

Os relatórios são sigilosos e só podem ser vistos por você.

Uma página específica do mutirão foi desenvolvida para esta preparação prévia, com o objetivo de direcionar o consumidor por caminhos de orientação financeira até o envio de propostas de negociação na plataforma de mediação de conflitos ConsumidorGovBr, sistema criado pela Senacon que conta com a adesão de mais de 160 instituições financeiras.

Como aderir ao mutirão de renegociação?

O consumidor pode optar por negociar com a instituição credora dentro da plataforma ConsumidorGovBr, ou diretamente com os canais digitais de negociação dos bancos:

  • Na plataforma, o consumidor encontra um modelo de reclamação no qual pode se basear para redigir a sua solicitação;
  • O banco tem o prazo de 10 dias para analisar o pedido e apresentar uma proposta.

O Mutirão Nacional de Negociação de Dívidas e Orientação Financeira é uma das iniciativas do acordo de cooperação técnica assinado entre a FEBRABAN e o Banco Central (BC) para desenvolver ações coordenadas de educação financeira e evitar o endividamento de risco.

Podem participar da campanha pessoas físicas com dívidas em atraso que não possuem bens dados em garantia, que tenham sido contraídas de bancos ou financeiras ou que estejam em atraso e em nome de uma pessoa natural.

No último mutirão realizado em março, 1,7 milhão de contratos foram repactuados, trazendo alívio financeiro a inúmeras famílias e evitando o endividamento de risco. Ainda dá tempo de colocar sua vida financeira em dia. Acesse o site e renegocie sua dívida.

- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis