Confira valores pagos na quinta parcela do auxílio emergencial

- Anúncios -

A quinta parcela do auxílio emergencial deve começar a ser paga a partir do dia 18 de agosto para os beneficiários do Bolsa Família com o final do NIS 1. O pagamento é o primeiro dos três meses de prorrogação que devem terminar a partir de outubro. No entanto, vale ressaltar que os valores continuam os mesmos que os anteriores, sendo a mínima de R$ 150 e a máxima de R$ 375. 

No mês de novembro, um mês após a exclusão prevista para o auxílio emergencial, haverá o aumento do Bolsa Família em cerca de 50%, indo de R$ 189 para R$ 300.  A medida provisória que aprova o aumento entra em vigor em até 120 dias após a publicação que ocorreu na última segunda-feira (09). 

- Anúncios -

Atualizações do auxílio emergencial

Todas as atualizações em relação ao auxílio emergencial devem ser informadas através do Whatsapp após uma parceria com o Caixa TEM.  Dessa forma, todas as atualizações sobre contestações e calendários devem ser informadas por mensagem. Isso deve facilitar, e muito, a vida dos beneficiários.  Tanto os dias que o cidadão irá receber a sétima e sexta parcela devem ser divulgados por mensagem. 

Auxílio emergencial tem novas inscrições?

Destaques sobre *** por e-mail

Vale ressaltar que o Ministério da Cidadania não deve abrir períodos para novas inscrições do programa social nesta prorrogação. Sendo assim, continuarão recebendo aqueles que já eram beneficiários e se inscreveram no ano de 2020. 

Quem teve o benefício negado após receber qualquer uma das parcelas, pode realizar a contestação. No entanto, não há chances de que o valor seja aprovado se o indivíduo estiver recebendo bolsas de estudo do CNPQ, algum programa do INSS ou até mesmo a pensão por morte. Quem está com a carteira assinada ou tem algum outro membro na mesma residência recebendo, também não tem direito. 

- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis