Mutirão Renegocia termina nesta sexta (11). Limpe seu nome!

Programa inclui dívidas de qualquer natureza e valor. Veja como aderir

Você é um dos milhares de brasileiros que possuem alguma dívida pendente? Quem nunca, não é mesmo? Pois se este é o seu caso, você tem até esta sexta-feira (11) para se encaminhar aos órgãos de defesa do consumidor de estados e municípios a fim de negociar e até mesmo quitar essas pendências.

O Programa cujo nome é Renegocia trata-se de um mutirão coordenado pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). Teve início em 24 de julho e tem como objetivo auxiliar cidadãos em dificuldades financeiras antes que as dívidas superem suas capacidades de pagamento.

O mutirão não se limita apenas a dívidas bancárias, mas abrange também outros tipos de débito, como dívidas com o varejo. Estão excluídas das negociações dívidas com pensão alimentícia, crédito rural e imobiliário

Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública informou que um dos principais enfoques do mutirão é a prevenção do superendividamento, com a garantia do mínimo existencial. 

No mês de junho, o presidente Lula editou decreto que aumenta de R$ 303 para R$ 600 o valor do mínimo existencial, quantia de renda protegida por lei em casos de superendividamento.

Destaques sobre *** por e-mail

Renegocia é diferente de Desenrola Brasil

Não faça confusão entre esses dois programas. Afinal, são iniciativas diferentes do governo federal. Enquanto o Desenrola Brasil é específico para dívidas com bancos, o Renegocia inclui o acerto de débitos com contas de consumo — como energia e telecomunicações e lojas.

Quem pode participar

Qualquer cidadão pode participar. Tem alguma dívida em atraso? Então está apto a ingressar e  negociar sua dívida.  Não há limites nos valores das dívidas, nem de renda.

Para participar do mutirão, os consumidores interessados devem procurar os órgãos de defesa do consumidor (Procons, Ministério Público, Defensoria Pública e associações de defesa do consumidor) mais próximos da sua localidade. 

Não quer sair de casa? Não tem problema! Também é possível utilizar o portal consumidor.gov.br para realizar a negociação das dívidas.

Todavia, lembre-se que é obrigatório levar seu documento pessoal e os contratos das dívidas. Caso não tenha, leve qualquer documento que comprove o débito, como faturas, comprovantes de pagamento, entre outros.

Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Android e iOS - Grátis