Cerca de 70% dos trabalhadores ganham até dois salários mínimos

Os dados são de um levantamento realizado pela LCA Consultores do terceiro trimestre deste ano
- Anúncios -

No terceiro trimestre deste ano, sete em cada 10 trabalhadores brasileiros tinham uma renda média mensal de até dois salários mínimos, o equivalente a R$ 2.424. Essa informação é do levantamento realizado pela LCA Consultores.

O estudo, com base nos dados da Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela ainda que do total de 97 milhões de brasileiros ocupados, 67,19% receberam esse valor médio no último trimestre, chegando a mais de 65 milhões de pessoas.

- Anúncios -

Já as pessoas que ganham acima de dois salários mínimos, essa parcela chegou aos 32,8%, com 32 milhões de brasileiros nessa faixa de rendimento médio. Por outro lado, os brasileiros que vivem com apenas um salário mínimo chegaram aos 34 milhões de pessoas, totalizando 35,6%.

A análise do levantamento revela ainda que o rendimento médio do brasileiro continuou em queda no último trimestre e, para entrar ou retornar ao mercado de trabalho, os brasileiros vêm aceitando trabalhos com menor remuneração. “No geral, o trabalho ficou mais barato durante a pandemia.

O mercado de trabalho brasileiro ainda ocioso e frágil contribui para baixos salários, porque há excesso de oferta de mão-de-obra muito barata”, aponta o documento.

Destaques sobre *** por e-mail

Setores com maior queda

Os setores que mais apresentam queda nos rendimentos são os de alojamento, alimentação e serviços domésticos. Em alojamento e alimentação, houve uma queda de rendimentos de 12,5% e serviços domésticos a redução foi de 11,8%. 

Um dos segmentos com menor oscilação foi o de agricultura, com 3,17% de queda e o relatório mostra que o motivo é a necessidade do produto/serviço no mercado como um todo. 

Divisão por renda

Veja a divisão dos trabalhadores por renda:

  • 35,63% recebiam até um salário mínimo (R$ 1.212), totalizando 34,766 milhões de pessoas – a maior proporção entre os grupos de renda;
  • 31,56% ganhavam de um a dois salários mínimos (30,798 milhões de pessoas);
  • 32,81% recebiam acima de dois salários mínimos (32,009 milhões de pessoas).

A partir de junho de 2020, a parcela de trabalhadores que ganhavam até um salário mínimo passou a ser a maior entre os três grupos, com exceção do mês de dezembro de 2020.

Todavia, já os que ganhavam acima de dois salários mínimos passaram a ter a menor proporção de trabalhadores entre as faixas de renda, com exceção do mês de setembro deste ano.

Todavia, apesar deste quadro ruim, o mercado de trabalho dá sinais de recuperação a partir deste ano. A taxa de desemprego, medida pelo IBGE, vem caindo desde março, e em setembro chegou a 8,7%, menor taxa desde o trimestre encerrado em junho de 2015.

Por fim,  o rendimento médio real vem subindo e em setembro teve a quinta alta seguida. No levantamento de Imaizumi, é possível observar que há uma tendência de alta entre quem ganha acima de dois salários mínimos e de recuo nas faixas de renda menores.

- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis