Bolsa do Povo é oportunidade para desempregados

Neste programa, as pessoas que estão desempregadas são admitidas para trabalharem em órgãos públicos municipais durante esse período

Os trabalhadores desempregados e que já não tem direito ao seguro-desemprego tem uma outra opção de auxílio para diminuir os problemas financeiros no momento de transição.

O benefício de R$540,00 foi criado visando incluir essas pessoas novamente no mercado de trabalho, aumentando a experiência curricular e garantindo algumas vantagens. Esse valor está ligado ao Bolsa Trabalho, que é concedido pelo programa Bolsa do Povo, sendo criado no estado de São Paulo.

Neste programa, as pessoas que estão desempregadas são admitidas para trabalharem em órgãos públicos municipais durante esse período.

Lembrando que ele não é concedido a qualquer cidadão desempregado, sendo uma remuneração do trabalhador que será admitido em uma das áreas públicas da cidade.

As contratações são para atuação em funções como ajudante de serviços gerais, faxineiro (a), zelador e outros, não sendo permitida função administrativa, de contabilidade ou que exija curso superior.

Destaques sobre *** por e-mail

Poderão conseguir uma vaga aqueles que:

  • Estão inscritos no Cadastro Único
  • Possuí renda familiar de no máximo meio salário mínimo por pessoa
  • Está desempregado há mais de um ano
  • Não está recebendo seguro-desemprego ou similar

Confira como acompanhar as próximas vagas disponíveis no benefício:

  • Acessar o site do Bolsa do Povo
  • Clicar em “Bolsa do Trabalho”
  • Selecionar “Entrar” e fazer login pelo Gov.br

Benefícios do programa Bolsa do Povo:

  • Ação Jovem, que paga mensalmente R$ 100 para jovens de na faixa etária de 15 a 24 anos
  • Auxílio Moradia, que financia as despesas com moradia em caráter temporário, como em situação de despejo ou desastre natural
  • Bolsa Talento Esportivo, que oferece apoio financeiro a atletas em diversos níveis de idade, competição, treinamento e resultados
  • Renda Cidadã, que atende famílias que vivenciam processo de vulnerabilidade em decorrência do desemprego ou subemprego
  • Via Rápida, que oferece capacitação profissional gratuita para os cidadãos acima de 16 anos, buscando ingressar no mercado de trabalho ou abrir o próprio negócio
  • Bolsa Trabalho, que é uma bolsa auxílio de R$ 540,00 por até cinco meses para quem está desempregado há mais de 1 ano, passando a a prestar serviços em órgãos públicos
  • Prospera Família, que é pago para responsáveis familiares de famílias monoparentais em situação de vulnerabilidade social, com renda familiar de até R$ 210 por pessoa
  • Bolsa Empreendedor, que é um curso de qualificação empreendedora, formalização (MEI) e bolsa-auxílio de R$ 1.000, dividida em duas parcelas de R$500
  • Novotec Expresso, que é uma bolsa-auxílio de até R$ 600 dividida em até quatro parcelas para financiar cursos de capacitação para jovens
  • VidAtiva, que é um benefício para que pessoas com no mínimo 60 anos de idade pratiquem atividades físicas
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Android e iOS - Grátis