Caixa antecipa calendário da segunda parcela do Auxílio Emergencial

A Caixa anunciou, nesta quinta-feira, a antecipação do novo calendário do auxílio emergencial que deve começar no dia 16 de maio, no próximo domingo.

O primeiro grupo a receber são aqueles que nasceram no mês de janeiro e, no dia 18, começam a receber aqueles que são beneficiários do Bolsa Família de acordo com o número do NIS.

O último dia para receber é 08 de junho e o saque para aqueles que nasceram em dezembro é somente no dia 17 de junho: terão que esperar mais de um mês.

O saque para aqueles que nasceram em janeiro deve ser no dia 31 de maio, justamente quando acabam as declarações do Imposto de Renda para o governo.

O IR não deve ser adiantado ou ter o prazo mudado justamente porque o governo precisa de verbas para financiar os benefícios sociais como o Bolsa Família e  o auxílio.

Foi declarado, ainda sem muitas informações aprofundadas, que deve haver uma criação de um novo programa para ajudar as famílias carentes, que deve ser mais robusto que aqueles que já existem.

Auxílio emergencial e Bolsa Família

Aqueles que recebiam o BF no valor mais baixo que do auxílio, podem começar a receber o benefício mais alto. Vale ressaltar, que em Palmas, cerca de 30% da população foi realizar os testes de saúde que são obrigatórios pelo governo para receberem os valores. Deve comparecer no SUS todas as mulheres de 14 a 44 anos, crianças de 0 a 07 anos e também as gestantes.

As gestantes estavam no plano de prioridade de vacinação da Covid-19. No entanto, foram suspensas após uma mulher grávida morrer ao ter reações tomando as injeções.

Ao todo, menos de 8% da população tomou as duas doses da vacina. As vacinações caminham a passos lentos e devagar. O Senado está realizando uma investigação para descobrir quais foram as pessoas responsáveis pela alta quantidade de mortes e a omissão de verbas. O ministro da Economia, Paulo Guedes, deve ser chamado para depor.

Leia mais: Vagas de emprego para área de TI: Havan está contratando