Auxílio emergencial: veja quais são os próximos grupos com saque liberado

Ontem (05), o Caixa TEM estava liberando o saque do auxílio emergencial para aqueles que nasceram no mês de abril. Essa é a distribuição da quarta parcela, que foi depositada até o dia 30 de julho para quem tivesse o final do NIS 0 ou tivesse nascido em dezembro. 

Nesta sexta-feira (06), o governo não irá liberar o saque para nenhum grupo. Mas, a partir de segunda (09), nascidos em maio poderão ir até as lotéricas para ter o dinheiro em espécie. 

Na terça-feira (10), poderão receber aqueles que nasceram no mês de junho e na quarta-feira (11), aqueles que nasceram em julho. Já para nascidos em agosto e setembro, recebem no dia 12 e 13 de agosto, respectivamente. 

Neste mês de agosto, o Ministério da Cidadania começa a fazer o pagamento do auxílio emergencial que foi prorrogado em mais três parcelas no valor de R$ 150 até R$ 375. O calendário da sexta e sétima parcela ainda não foi liberado e os beneficiários poderão obter mais informações através de mensagens via Whatsapp. 

Recebeu o auxílio emergencial de forma indevida? Cuidado!

O governo deu duas chances àqueles que receberam o auxílio emergencial de forma indevida, sendo a primeira delas a devolução através do imposto de renda e a segunda através do Ministério da Cidadania. Não estavam fazendo a cobrança de multas ou de juros. 

Contudo, apesar das oportunidades de devolução, algumas pessoas não fizeram o pagamento. E, foi estimado que neste caso, haverá a devolução obrigatória através dos benefícios do INSS. Ou seja, quando o beneficiário receber algum valor do INSS, terá até 30% descontado todos os meses até que pague o que deve. 

Quem é MEI podia receber o programa social contanto que estivesse dentro dos requisitos mínimos como a renda de até três salários por residência ou meio salário por pessoa. Aqueles que recebem mais que isso, estariam anulados pela possibilidade de receber. 

×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER