Prepare o bolso! O valor do Auxílio Brasil pode ser cortado pela metade!

O Auxílio Brasil foi criado  entrou em vigor no mês de novembro do ano de 2021 como forma de estimular a economia. Em  suma, ele está pagando o valor médio de R$ 400 que serve como forma de estimular a regulação de dinheiro ao mesmo tempo em que o Ministério da Cidadania paga junto o valor do Vale Gás que está em R$ 52. No entanto, é importante preparar o bolso para esse final de ano devido ao fato de que o programa social terá queda e pode voltar ao mesmo valor que antes era pago pelo Bolsa Família. 

O Bolsa Família pagava para a população a média de apenas R$ 190 mas houve uma quase duplicação do seu piso.  No entanto, o valor mais alto não deve durar para sempre e estima-se que ele  tenha que passar por novos reajustes neste final de ano. Bolsonaro já confirmou que isso vai acontecer. 

Atualmente, os requisitos para ter acesso ao benefício social são de ter renda de até R$ 200 e estar inscrito no Cadastro Único.  Mas, devido ao cruzamento de bancos de dados que está sendo realizado de  modo mensal, apenas receber os primeiros meses não vai fazer com que  consiga receber em todos eles porque pode ser cancelado a qualquer momento se o sistema ver que o seu grupo familiar está recebendo sem que realmente tenha direito para isso. 

A solicitação para ter acesso ao  benefício social deve ser feita mediante um cadastro no CRAS que tem ao menos oito mil polos espalhados em todo o país. No momento de cadastrar a sua família, deve-se levar documentos que comprovem  a renda de todo o grupo, como a carteira de trabalho e as contas de energia elétrica.  Tentar ocultar  uma parte da renda apenas para ser beneficiado com programas sociais pode ser configurado como estelionato.