“Bolsa Família” antigo, agora é o novo “Auxílio Brasil”

O Programa Bolsa Família foi criado com Lei n° 10.836/04, é um programa de assistencialismo, apesar de ser relacionado aos governos do PT, o programa foi uma adaptação do bolsa-escola do governo Fernando Henrique Cardoso, conheça o Auxílio Brasil.

Outro ponto comumente acreditado pela população é que o programa é centralizado como uma iniciativa do governo federal, no entanto,  a gestão do Bolsa Família é descentralizada. Em instância federal o ministério da cidadania provê o programa. Sendo que os estados e municípios também possuem  atribuições na execução do programa.

Neste mês começa a execução do remodelamento do Bolsa família, o “Auxílio Brasil”. O novo programa aumenta o repasse e número de beneficiados. O novo programa vai beneficiar 17 milhões de brasileiros.

Qual a proposta do Auxílio Brasil

De acordo com o Ministro da Cidadania, o programa visa trazer além de assistencialismo, busca desenvolver oportunidades de capacitação do cidadão para o mercado de trabalho. Buscando ascensão social e liberdade econômica. E evitando dependência desse ou qualquer outro programa de assistencialismo.

Além disso, o novo programa trás uma proposta de assistência integral ao brasileiro em quadro de vulnerabilidade econômica. De forma que outros programas do governo possam ser interligados com o Auxílio Brasil.

O programa pretende sair de R$190,00 para R$300,00 de benefício. E a meta é sair de 14 milhões de benificiários para 17 milhões.

Quem tem direito ao benefício?

Sobretudo, terão acesso ao benefício as famílias com renda mensal por pessoa até RS$ 89,00, ou seja, pessoas classificadas como em extrema pobreza no país. E que estejam com o Cadastro único atualizado.

Também receberão o auxílio as pessoas classificadas em estado de pobreza, ou seja, as famílias com renda mensal por pessoa entre RS$ 89,01 e RS$ 178,00.  E que estejam com o Cadastro único atualizado.

Esses são os valores do Bolsa-Família, e que pretendem ser mantidos no Auxílio Brasil, mas poderão passar por modificações.

Gustavo Pennahttps://otrabalhador.com/
Sou Gustavo Penna, tenho 21 anos e sou redator criativo, Copywriter e estudante da UFRJ.

Últimas Notícias

- Publicidade -

Notícias Relacionadas

Deixe seu Comentário

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui