FGTS 2022: saque extraordinário vale a pena?

Você já deve ter ouvido falar do saque extraordinário do FGTS 2022, certo? Saiba que os valores já podem ser sacados por todas as pessoas que têm direito, mas afinal, vale a pena ou não gastar o dinheiro? Leia o artigo até o final e entenda. 

Cerca de 42 milhões de pessoas podem sacar os valores, de acordo com informações da própria Caixa – se você ainda não conhece essa modalidade de saque pode se interessar pelo nosso artigo especial do assunto. 

Vale a pena sacar o dinheiro? 

O saque extraordinário do FGTS 2022 está liberado, mas vale a pena sacar o dinheiro? Dizer sim ou não é muito simplista, por  isso, vamos explicar com mais detalhes. 

Sacar pode valer a pena no caso de você precisar quitar uma dívida ou pagar as contas fixas do dia a dia. O valor do FGTS 2022 pode ser um bom dinheiro extra para sair do vermelho.

Mas, por outro lado, para fazer gastos extras, retirar o dinheiro não é uma boa opção. Isso acontece porque os valores são uma espécie de reserva para o trabalhador em caso de demissão ou até desemprego por um longo tempo. 

Por outro lado, é possível sacar o dinheiro e nem pagar contas ou gastar a toa, mas, sim, investir em um fundo com rentabilidade maior, como o tesouro direto. 

Qual o valor do saque extraordinário do FGTS 2022?

O valor do saque extraordinário é de até R$ 1 mil. O montante é o teto máximo que se pode sacar por essa modalidade. Já quem tem menos que R$ 1 mil na conta, poderá sacar o valor integral. 

Os saques são uma maneira de movimentar a economia e tentar lidar com a crise e vem sendo autorizados ano a ano, porém, não são cumulativos. Por exemplo, se em 2023 novamente o saque extraordinário for autorizado no valor de R$ 1 mil, quem não sacar neste ano não terá direito a até R$ 2 mil. 

Por isso, caso tenha interesse, fique atento ao prazo máximo que é 15 de dezembro. 

Calendário do saque extraordinário do FGTS 2022

  • Nascidos em Janeiro (depósito em 20 de abril): 3,9 milhões
  • Nascidos em Fevereiro (depósito em 30 de abril): 3,2 milhões
  • Nascidos em Março (depósito em 04 de maio): 3,5 milhões
  • Nascidos em Abril (depósito em 11 de maio): 3,7 milhões
  • Nascidos em Maio (depósito em 14 de maio): 3,8 milhões
  • Nascidos em Junho (depósito em 18 de maio): 3,6 milhões
  • Nascidos em Julho (depósito em 21 de maio): 3,5 milhões
  • Nascidos em Agosto (depósito em 25 de maio): 3,4 milhões
  • Nascidos em Setembro (depósito em 28 de maio): 3,4 milhões
  • Nascidos em Outubro (depósito em 1º de junho): 3,5 milhões
  • Nascidos em Novembro (depósito em 08 de junho): 3,2 milhões

Gostou do conteúdo? Compartilhe com amigos e familiares.

×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER