Consignado do Auxílio Brasil tem previsão de início em setembro

De acordo com o Ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, as contratações de empréstimo consignado para quem recebe o Auxílio Brasil devem começar até o início de setembro. 

O programa social tem valor mínimo de R$ 400, mas de agosto a dezembro deste ano o benefício aumentou o valor para R$ 600. Ainda segundo Ronaldo Bento, já há 17 instituições financeiras homologadas pelo Ministério da Cidadania aptas à concessão do empréstimo consignado

 Os beneficiários do Auxílio Brasil poderão fazer empréstimos de até 40% do benefício e autorizar a União a descontar o valor da parcela dos repasses mensais.

Portanto, quem ganha o valor mínimo de R$ 400 poderá assumir parcelas mensais de até R$ 160. Logo, restariam só R$ 240 do Auxílio Brasil para o trabalhador sacar após o desconto feito pela União.

A possibilidade de ter crédito bancário consignado era restrita a servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS e assalariados do setor privado. Porém, a Lei nº 14.431/2022, sancionada no último dia 4 pelo presidente Bolsonaro, liberou essa modalidade para as famílias que ganham o Auxílio Brasill.

O que é um empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é um tipo de empréstimo colocado à disposição com descontos automáticos das folhas de pagamento do salário ou de benefício do INSS (no caso dos aposentados e pensionistas). 

Sua principal característica é que o seu pagamento se dá por meio de descontos no salário ou benefício do INSS. Por causa dessa garantia, os juros cobrados pelos bancos costumam ser bem menores, pois é baixo o risco de inadimplência. 

Outra facilidade é que este tipo de empréstimo é bem prático na sua contratação. É possível fechar contratos com os bancos através de aplicativos, caixas eletrônicos ou por telefone.

Quem pode receber o Auxílio Brasil?

Tem acesso ao Auxílio Brasil, as famílias que já são beneficiárias do programa de transferência de renda, o Bolsa Família.Para fazer a inscrição no Auxilio Brasil as famílias precisam estar cadastradas no CadÚnico. 

Para isso, é necessário se dirigir pessoalmente até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). É exigido um documento oficial de cada membro da família. 

É importante saber que ao realizar o cadastro, as famílias se comprometem a atualizar seus dados a cada dois anos. Famílias cadastradas que não atualizarem o cadastro por mais de quatro anos correm o risco de perder o benefício.

Quais as regras para se inscrever no Auxílio Brasil?

É preciso que as famílias  estejam em situação de pobreza ou extrema pobreza. Destina-se aos cidadãos com renda familiar mensal por pessoa igual ou inferior a R$ 105 e com renda familiar mensal entre R$ 105,01 e R$ 210. 

No último caso, é preciso que tenham gestantes, nutrizes ou pessoas com idade até 21 anos no núcleo familiar. 

Calendário do Auxílio Brasil em agosto

O Auxílio Brasil de agosto já começou a ser liberado desde o dia 09 e continua com os pagamentos até o dia 22. O calendário segue o número final do NIS. Ainda faltam receber NIS finais 8, 9 e 0. Veja a seguir:

  • NIS final de NIS 1 – 09 de agosto;
  • NIS final de NIS 2 – 10 de agosto;
  • NIS final de NIS 3 – 11 de agosto;
  • NIS final de NIS 4 – 12 de agosto;
  • NIS final de NIS 5 – 15 de agosto;
  • NIS final de NIS 6 – 16 de agosto;
  • NIS final de NIS 7 – 17 de agosto;
  • NIS final de NIS 8 – 18 de agosto;
  • NIS final de NIS 9 – 19 de agosto;
  • NIS final de NIS 0 – 22 de agosto.
×
App O Trabalhador
Aplicativo O Trabalhador
Grátis - Na Google Play
VER