Cadúnico será reformulado para acomodar Bolsa Família, diz Ministro

Ministro do Desenvolvimento Social anunciou que vai reformular o sistema do Cadúnico para acomodar os pagamentos da nova versão do Bolsa Família
- Anúncios -

O novo Ministro do Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias (PT) voltou a confirmar a realização de um redesenho no sistema do Cadúnico. Em seu discurso de posse, ainda na última semana, ele já tinha adiantado que seria necessário realizar o procedimento.

A ideia do redesenho no Cadúnico é justamente entender quem são as pessoas que realmente podem receber o dinheiro do Bolsa Família. Há a avaliação interna de que parte dos usuários que hoje recebem o benefício não têm direito ao programa, enquanto outros que deveriam estar recebendo, não estão conseguindo entrar no projeto.

- Anúncios -

“Abrimos já neste primeiro momento a atualização do Cadastro Único para mais segurança e eficiência e de forma integrada com os municípios. Vamos dar oportunidade, neste período, de quem não preenche os requisitos, de voluntariamente já pedir desligamento do programa”, disse Dias.

“Somente vamos pagar o benefício para quem legalmente, pelos critérios sociais, tenha o direito”, disse o Ministro em sua fala na última semana. Ele deixou claro que o processo de redesenho do Bolsa Família deverá durar cerca de 90 dias, assim como indicou o Ministério Público (MP) recentemente.

Adicional de R$ 150

Destaques sobre *** por e-mail

Com a decisão de redesenhar o Cadúnico, o novo Governo não deve pagar o prometido adicional de R$ 150 por filhos menores de seis anos de idade neste mês de janeiro. A ideia é que este bônus só seja efetivado depois da realização do pente-fino nas contas de todos os usuários do projeto social.

Como dito, o redesenho deve durar até 90 dias, logo o pagamento do adicional de R$ 150 por filhos menores de seis anos pode levar até três meses para começar a ser pago.

“Há uma recomendação do Ministério Público e do Tribunal de Contas da União (TCU) para que trabalhemos inicialmente com uma perspectiva de 90 dias. Nossas equipes técnicas já estão debruçadas nas alternativas, exatamente para trabalhar o menor prazo possível”, disse Dias.

Assim que tomou posse, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou uma série de decretos. Entre eles, estava aquele que permitia a manutenção dos valores dos pagamentos do Auxílio Brasil e do vale-gás nacional. Contudo, neste documento não existe a liberação dos R$ 150 por filhos menores de seis anos de idade.

Calendário do Bolsa Família

Em janeiro, o Bolsa Família começa a ser pago no próximo dia 18. Veja no calendário abaixo:

  • Usuários com NIS final 1: 18 de janeiro (quarta-feira);
  • Usuários com NIS final 2: 19 de janeiro (quinta-feira);
  • Usuários com NIS final 3: 20 de janeiro (sexta-feira);
  • Usuários com NIS final 4: 23 de janeiro (segunda-feira);
  • Usuários com NIS final 5: 24 de janeiro (terça-feira);
  • Usuários com NIS final 6: 25 de janeiro (quarta-feira);
  • Usuários com NIS final 7: 26 de janeiro (quinta-feira);
  • Usuários com NIS final 8: 27 de janeiro (sexta-feira);
  • Usuários com NIS final 9: 30 de janeiro (segunda-feira);
  • Usuários com NIS final 0: 31 de janeiro (terça-feira).
- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis