Ministro sinaliza novas quedas de juros no consignado

Ministro da Previdência, Carlos Lupi (PDT) disse que a taxa máxima de juros do consignado do INSS pode ser reduzida ainda mais nos próximos dias
- Anúncio -

A taxa máxima de juros do consignado para segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderá ser reduzida em breve. Ao menos foi o que disse o ministro da previdência, Carlos Lupi (PDT) em entrevista nesta terça-feira (19). Entre outros pontos, ele disse que será preciso esperar pela definição da Selic.

Segundo Lupi, considerando um cenário em que a taxa Selic seja ainda mais reduzida no decorrer deste ano, muito provavelmente a taxa máxima de juros para o consignado vai bater a marca de 1,7% ao mês até o final deste ano. Atualmente, este teto está na casa de 1,91% ao mês.

- Anúncio -

“Eu acho que vou chegar lá. Sou brasileiro, não desisto nunca”, disse. “Seguindo nessa sequência de baixar taxa de juros, baixar lá, baixa aqui (no consignado).”

Definição da Selic

Tomando como base a lógica do ministro, o cidadão que está torcendo por uma redução no teto de juros do consignado precisa ficar de olho na taxa Selic. Já nesta terça-feira (19), o Comitê de Política Monetária (Copom) começa, em Brasília, a sexta reunião do ano para definir esta taxa de juros.

Destaques sobre *** por e-mail

Embora a reunião tenha sido iniciada hoje, o resultado só será apresentado no final da tarde da quarta-feira (20). Hoje, a expectativa do mercado financeiro é de que se promulgue um corte de mais 0,5, assim como ocorreu no mês passado. Caso este corte se confirme, a Selic cairia de 13,25% para 12,75% ao ano.

Já no último comunicado, o BC deixou claro que aplicaria novos cortes de 0,5 ponto no decorrer dos próximos meses. Deste modo, é possível afirmar que existe uma grande chance de uma nova redução da Selic a ser confirmada nesta quarta-feira (20).

Consignado para o BPC

Enquanto uma decisão do Copom não é tomada, segurados do INSS podem seguir solicitando o consignado de acordo com as regras e taxas de juros atuais. Uma novidade neste mês de setembro, é o início da liberação deste tipo de empréstimo para as pessoas que fazem parte do Benefício de Prestação Continuada (BPC). 

Depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou que não há inconstitucionalidade neste processo, ao menos cinco grandes bancos brasileiros já começaram a oferecer o crédito para este público.

Entre os bancos que já voltaram a oferecer o consignado para usuários do BPC podemos citar  Banco do Brasil, Mercantil, C6, Bradesco e Itaú Unibanco. A Caixa Econômica Federal vem afirmando que iniciou as adequações necessárias para a retomada. O Nubank afirmou que não oferece esta linha de crédito.

- Anúncio -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis