Por que a poupança é criticada por investidores?

- Anúncios -

De acordo com o Jornal Contábil, a poupança é o patinho feio dos investimentos e não é por pouco: o rendimento dela a 4,3% ao ano vem sendo muito inferior à desvalorização do dinheiro e o aumento da inflação: somente o acumulado até o mês de setembro em relação aos últimos doze meses chegou a mais de 10,2%. 

Atualmente, com a renda fixa se tornando ainda mais robusta, investidores conservadores conseguem mais rendimentos enquanto possuem a mesma segurança em suas aplicações. Um exemplo disso é o CDB que rende de 7% até 10% (valor médio) por ano. E, um dos lados positivos é que ele permite a proteção do FGC, Fundo Garantidor de Crédito. 

- Anúncios -

Outra alternativa de aplicação, neste caso para aquele que querem deixar o dinheiro aplicado por mais de dois anos, vem sendo o LCI e LCA que rendem cerca de 10 a 12% ao ano e não contam com a cobrança do imposto de renda – logo, o investidor não precisa ter uma parcela de seu rendimento descontada. 

Por fim, mas não menos importante, também temos o Tesouro Direto, que possui um rendimento bastante semelhante ao LCI e LCA: ele também é protegido pelo FGC e, se a instituição quebrar, tem o seguro de até R$ 250 mil de volta. 

Poupança? Não, nem pensar!

Destaques sobre *** por e-mail

Com a inflação alta, os investidores tiveram que começar a pensar em formas de aumentar os seus rendimentos: e o melhor é que existem alternativas que permitem o resgate imediato com rendimentos superiores a 6% ao ano – pouco maior que o “patinho feio”. Logo, consegue-se em partes vencer a desvalorização monetária brasileira no ano de 2021. 

Existem opções que são mais rentáveis e que costumam chegar a valorizar mais de 100% em um ano, como as ações. No entanto, são alternativas mais arriscadas e, se você investir errado, pode acabar perdendo uma parte do dinheiro. 

- Anúncios -
Leia também
×
App O Trabalhador
App do Trabalhador
⭐⭐⭐⭐⭐ Google Play - Grátis